Ir para conteúdo

[Governo]
Ex-vereadora Angela Duarte assume Secretaria de Educação de Paulínia

Ela é servidora municipal aposentada no cargo de auxiliar de enfermagem e formada em Direito; também já foi assessora jurídica e diretora do Procon

16 mar 2022 – 15h28
Angela Duarte foi nomeada como a nova secretária de Educação de Paulínia (Foto: Divulgação)

Aex-vereadora Angela Duarte será a nova secretária de Educação de Paulínia. A informação foi prestada nesta quarta-feira (16) pelo próprio prefeito Du Cazellato (PL). Ela entra no lugar de Meire Muller, que deixou a pasta no último dia 3.

Angela Duarte é servidora aposentada de Paulínia. Foi auxiliar de enfermagem da rede municipal de 1993 a abril do ano passado. Em 2005, formou-se em Direito e de 2013 a 2016 foi vereadora na cidade. Já se candidatou a vice-prefeita e a prefeita do município. Conforme o prefeito, também exerceu o cargo de assessora jurídica e diretora do Procon.

“Para atuar ao seu lado (de Angela Duarte), como secretário adjunto (da Secretaria Municipal de Educação), estará Silas Marcos de Morais, professor e atual supervisor municipal de ensino”, anunciou o prefeito. Morais entra no lugar de Sergio Luis da Silva, exonerado do cargo no dia 9 passado.

Morais, Du Cazellato e Angel Duarte (Foto: Divulgação)

Angela Duarte assume a Educação no momento em que o déficit de pessoal na rede municipal de ensino provoca desde a semana passada o revezamento entre turmas de berçário em seis creches de Paulínia:

– na Benedito Dias de Carvalho Júnior, bairro Santa Terezinha;

na Francisca Rubino Lozano de Araújo, no Jardim Flamboyant;

na Jandyra Oraggio Salvador, no Alto de Pinheiros;

na José Paulino Nogueira, no José Paulino Nogueira;

na Aquilina Granchi Piva, no João Aranha; e

na Carolina Rother Ferraz, no Santa Terezinha.

A Prefeitura de Paulínia foi procurada para informar quais profissionais estão em falta na rede municipal de ensino; quantos bebês são prejudicados com o revezamento em berçários; quando e como a situação será resolvida; e se no concurso público realizado pela Prefeitura no final do ano passado não há candidatos aprovados para assumirem essas funções. Mas o governo municipal não respondeu a essas questões até a publicação deste texto.

Temporários

Na terça-feira (15), os vereadores de Paulínia aprovaram projeto de lei que permite a contratação temporária de professores substitutos (eventuais) para cobrir faltas, afastamentos ou licenças dos titulares. Até hoje, a legislação municipal proíbe que isso ocorra quando há concurso público em vigor.

De acordo com parecer da Procuradoria da Casa, esse tipo de contratação só será possível em casos específicos, se a necessidade não puder ser suprida por servidores já em atuação, seguindo critérios de lei federal e com processo seletivo.

Urgência

O Projeto de Lei 19/2022 entrou na pauta em regime de urgência especial, pois a Prefeitura alegou necessidade de atender o interesse público na rede municipal. Por isso, a 7ª Sessão Ordinária foi suspensa por 30 minutos até que as comissões analisassem o texto.

“Mais de 100 professores foram contratados no último concurso, mas infelizmente ainda faltam muitos educadores na rede. Chamar os substitutos evitará que alunos sofram prejuízos”, declarou o presidente da Câmara, Fábio Valadão (PL).

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.