Ir para conteúdo

[Covid-19]
Paulínia tem vagas para agendamento de 1, 2ª, 3ª e 4ª doses de vacinas

Quem conseguir marcar horário será imunizado contra o coronavírus entre esta segunda-feira e a próxima quarta, de acordo com a Prefeitura

30 jan 2022 – 12h50
A vacinação contra a Covid-19 em Paulínia está ocorrendo em Unidades Básicas de Saúde (Foto: Divulgação)

APrefeitura de Paulínia ainda tem vagas disponíveis para o agendamento de 1ª, 2ª, 3ª e 4ª doses de vacinas contra a Covid-19. De acordo com a Administração municipal, a imunização desse público-alvo está prevista para ocorrer entre esta segunda e a próxima quarta-feira, entre os dias 31 de janeiro e 2 de fevereiro, em postinhos da rede municipal de Saúde.

A 1ª dose da vacina contra a Covid-19 é reservada para:

  • crianças e adolescentes de 12 a 17 anos; e
  • adultos maiores de 18 anos.

A 2ª dose do imunizante deve ser marcada para:

  • quem recebeu a 1ª dose Coronavac até o dia 12 de janeiro de 2022;
  • para crianças e adolescentes de 12 a 17 anos que receberam a 1ª dose Pfizer até o dia 7 de dezembro; e
  • maiores de 18 anos que tomaram a 1ª dose da Pfizer até o dia 10 de janeiro deste ano.

A 3ª dose é voltada, independentemente do laboratório da dose anterior, para:

  • pessoas maiores de 18 anos que tomaram a 2ª dose até o dia 1º de outubro; e
  • maiores de 18 anos com alto grau de imunossupressão que foram imunizados com a 2ª dose até o dia 3 de janeiro passado.

Já a 4ª dose da vacina contra a Covid-19 é destinada para:

  • maiores de 18 anos com alto grau de imunossupressão que foram imunizados com a 3ª dose até o dia 1º de outubro de 2021.

O agendamento de todas as doses de vacinas contra a Covid-19, e para todos os grupos, deve ser feito no site http://vacina.paulinia.sp.gov.br/agenda/ e do telefone 156, ambos da Prefeitura. A Administração municipal não divulgou a quantidade de vacinas que ofertará à população.

Na sexta-feira (28), o Ministério da Saúde informou que 53 milhões de brasileiros estão aptos para tomar a dose de reforço contra a Covid-19. O número se refere aos cidadãos acima de 18 anos que concluíram o ciclo vacinal com a 1ª e 2ª doses dos imunizantes e já podem retornar aos postos de vacinação.

Após o surgimento da variante Ômicron, o Ministério da Saúde reduziu para quatro meses o intervalo entre a segunda dose e a dose de reforço. A medida foi tomada para ampliar a imunização da população e conter o avanço da doença. De acordo com a pasta, 38 milhões de brasileiros tomaram a dose de reforço.

Desde o início da vacinação, o governo federal distribuiu aos estados e ao Distrito Federal mais de 407 milhões de doses – 352 milhões foram aplicadas, sendo 163,3 milhões de primeira dose e 151,2 milhões de segunda dose.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.