Ir para conteúdo

[Pandemia]
Agendamento de vacinas contra a Covid-19 reabre em Paulínia

Câmara Municipal fixa restrições e reativa comitê de prevenção por causa do aumento do número de casos de coronavírus e Influenza

18 jan 2022 – 11h06
As sessões, que recomeçam em fevereiro, receberão somente 50% do público (Foto: Divulgação)

A

Prefeitura de Paulínia reabriu na manhã desta terça-feira (18) agendamento de 1ª, 2ª, 3ª e doses única e adicional de vacinas contra a Covid-19. A imunização desses grupos irá ocorrer, de acordo com o governo municipal, entre a próxima quinta-feira e o sábado que vem – de 20 a 22 de janeiro.

A 1ª dose da vacina contra a Covid-19 é voltada para:

  • crianças e adolescentes de 12 a 17 anos.

A dose única da vacina Janssen (dose inicial) se destina para:

  • maiores de 18 anos.

A 2ª dose do imunizante deve ser marcada para:

  • crianças e adolescentes de 12 a 17 anos que receberam a 1ª dose Pfizer até o dia 26 de novembro; e
  • maiores de 18 anos que tomaram a 1ª dose da Pfizer até o dia 30 de dezembro.

A 3ª dose é voltada, independentemente do laboratório da dose anterior, para:

  • pessoas maiores de 18 anos que tomaram a 2ª dose até o dia 21 de setembro; e
  • maiores de 18 anos com alto grau de imunossupressão que foram imunizados com a 2ª dose até o dia 23 de dezembro.

A dose adicional da vacina Janssen (reforço) deverá ser agendada para:

  • maiores de 18 anos que receberam a dose única Janssen até o dia 22 de novembro de 2021.

O agendamento de todas as doses de vacinas contra a Covid-19, e para todos os grupos, deve ser feito no site http://vacina.paulinia.sp.gov.br/agenda/ e do telefone 156, ambos da Prefeitura. A Administração municipal não divulgou a quantidade de vacinas que ofertará à população.

Segunda-feira (17), diante do aumento do número de casos de Covid-19 e Influenza na cidade, a Câmara de Paulínia definiu novas restrições relacionadas à prevenção de doenças. De acordo com o Ato da Mesa 01/2022, as sessões (que recomeçam em fevereiro) receberão apenas 50% do público.

A prestação de serviço e o atendimento na Casa de Leis permanecem de forma presencial, uma vez que a totalidade dos servidores possuem esquema vacinal completo, e boa parte com dose de reforço. Fica autorizado teletrabalho no caso de gestantes e para casos confirmados ou suspeitos das doenças.

“Destacamos que os protocolos obrigatórios de prevenção, higienização e cuidados adotados pela Câmara continuam sendo executados com rigor e transparência”, informou o Legislativo.

Os servidores que apresentarem sintomas como febre, falta de ar, tosse, dor de garganta, falta de olfato e paladar, entre outros, são orientados a procurar pela Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro João Aranha.

“O Comitê Interno, Especial e Temporário de Enfrentamento e Prevenção a Covid-19 e Influenza da Câmara Municipal continua orientando e acompanhando todos os casos suspeitos e positivados entre os servidores”, ressaltou a Casa de Leis.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.