Ir para conteúdo

[Abra o olho]
Correios fazem leilão de 61 mil objetos: de roupa íntima a videogames

Pregão irá ocorrer no próximo dia 27; lotes são de objetos que não puderam ser entregues pelos carteiros ou foram devolvidos ao remetente

16 set 2021 – 18h30
Objetos foram classificados por ‘família de itens’, ou seja, por similaridade de uso (Foto: Agência Brasil)

Os Correios vão realizar no próximo dia 27 um leilão de objetos classificados como refugos, aqueles que não foram entregues ao destinatário ou foram devolvidos ao remetente, após todas as tentativas de entrega e terminado o prazo de direito à reclamação. Esse prazo pode variar entre sete e 30 dias, a depender do objeto.

A empresa informou que serão leiloados de 61 mil itens, entre peças de vestuário, microinformática, equipamentos eletrônicos, acessórios para veículos, bijuterias e livros, entre outros. Os valores iniciais dos lotes variam entre R$ 1.303 até R$ 85.050.

Nesta quinta-feira (16), os Correios começaram a divulgar o conteúdo dos lotes que estarão disponíveis no leilão. De acordo com a empresa, os 61 mil objetos foram classificados por “família de itens”, ou seja, por similaridade de uso.

A empresa informa que haverá lotes disponíveis de diversas categorias, desde vestuário, com camisas, calças, casacos, vestidos, roupas íntimas e calçados, até bijuterias.

Também estarão disponíveis lotes de alto valor, com itens eletrônicos como computadores, placas de vídeo, videogames e sistemas de câmera para segurança.

A empresa informou que há lotes compostos exclusivamente por aparelhos celulares de última geração, como iPhones e aparelhos da Samsung, Xiaomi, LG e outras marcas, além de acessórios. Os smartwatches – relógios inteligentes – também figuram entre as ofertas.

Para profissionais de fotografia, os Correios criaram lotes específicos para captura de imagem e criação de conteúdo para redes sociais. Haverá câmeras, drones, pedestais e suportes, kits de iluminação profissionais e demais acessórios.

A empresa informa, ainda, que disponibilizará lotes de equipamentos médico-hospitalares e outros equipamentos. Na primeira categoria, serão disponibilizados medidores de pressão, oxímetros, medidores de temperatura, máscaras de oxigênio e equipamentos dentários. Não houve detalhamento sobre os tipos de equipamentos industriais.

Para leitores, os lotes de livros e material didático também serão atrativos. Entre as opções, a empresa listou guias de culinária, coleções literárias (conhecidas como boxes), bíblias e livros de arte, além de publicações usadas em escolas e literatura infantil em geral.

Por fim, os Correios listam brinquedos para todas as idades, utensílios para recém-nascidos – como cadeiras de alimentação, berços e cadeirinhas para carro.

Para participar do certame, os interessados devem se cadastrar na plataforma Licitações-e do Banco do Brasil (https://www.licitacoes-e.com.br/aop/solicitar-credenciamento.aop). Após a conclusão dessa etapa, pessoas físicas e jurídicas conseguem enviar propostas de forma eletrônica para participar da disputa online.

“O edital com todas as informações está disponível na plataforma Licitações-e, pelo nº 893602, e também na página de licitações dos Correios (https://www2.correios.com.br/institucional/licitacoes/resultado_abertas1.cfm?inicio=30&id_dr=0&id_modalidade=%2520&p=1). Basta fazer a busca por modalidade ‘Licitações Correios Aberta” e escolher “São Paulo Metropolitana” na coluna dependência”, informou os Correios.

A empresa disse ainda que os lotes estão armazenados no bloco 1 do edifício dos Correios em São Paulo, localizado na Rua Mergenthaler, 592. Visitas aos bens devem ser agendadas pelo telefone (11) 4313-8150.

Os Correios anteciparam que outros leilões do gênero devem acontecer ainda neste ano. Segundo a empresa, os objetos de refugo dos estados do Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais passarão pelo mesmo tratamento e classificação e serão leiloados “em uma data oportuna”. São Paulo também terá uma segunda edição do leilão de objetos, mas ainda sem data para ocorrer.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Advertisement

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.