Ir para conteúdo

[Campanha]
Saúde prevê vacinação contra a Covid-19 somente na terça-feira

Imunização fica suspensa em seis dias da próxima semana em Paulínia; idosos com 63, 64, 65, 66 e 68 anos devem obrigatoriamente fazer agendamento

1º mai 2021 – 14h05
Quem for se vacinar pode doar voluntariamente alimentos não perecíveis para o Fundo Social (Foto: Divulgação)

Acampanha nacional de vacinação contra a Covid-19 está prevista para ocorrer na semana que vem apenas na terça-feira (4), em Paulínia. Nos outros seis dias, a imunização de grupos prioritários ficará suspensa. Entretanto, se o Plano Nacional de Imunização (PNI), do governo federal, encaminhar mais doses ao município, por meio do estado de São Paulo, o cronograma divulgado sexta-feira (30) pela Prefeitura poderá ser refeito.

A Prefeitura informou que na próxima terça-feira irá vacinar contra a Covid-19 idosos com 63, 64, 65 e 66 anos, com a primeira dose; e 68 anos, com a segunda. O agendamento é obrigatório para ambas as doses por meio do site vacina.paulinia.sp.gov.br/agenda ou pelo telefone 156 (atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h). Os dois postos de vacinação na cidade estão montados no túnel do Theatro Municipal “Paulo Gracindo” e na lagoa do João Aranha.

Confira a programação:

  • Terça-feira, dia 4

– idosos com 63, 65 e 66 anos de idade

– 1ª dose

– Local: lagoa do João Aranha

– idosos com 64 anos de idade

– 1ª dose

– Local: túnel do Theatro Municipal “Paulo Gracindo”

– idosos com 68 anos de idade

– 2ª dose – Coronavac para quem recebeu a 1ª dose entre os dias 5 e 12 de abril

– Local: túnel do Theatro Municipal “Paulo Gracindo”

Quem for se vacinar não deve esquecer que na hora da imunização precisará apresentar comprovante de endereço e documento com foto. Valem contas de água, energia, telefone, IPTU (de qualquer mês de 2020) ou cartão da Unidade Básica de Saúde (UBS). Declaração de residência é aceita pela Prefeitura de Paulínia. Aquele que vai tomar a segunda dose tem de mostrar o comprovante da primeira.

Paulínia também está participando da campanha “Vacina Contra a Fome”, em parceira com o governo do estado. Quem estiver apto para tomar a vacina contra a Covid-19 poderá doar de forma voluntária alimentos não perecíveis. A entrega deve ser feita no momento da vacinação. Tudo que for arrecadado será destinado ao Fundo Social de Solidariedade de Paulínia, beneficiando entidades cadastradas e famílias em situação de vulnerabilidade social, conforme a Prefeitura.

De acordo com a Prefeitura, até sexta-feira, Paulínia tinha vacinado 13.396 pessoas com a 1ª dose contra a Covid-19 e 7.437 com a segunda, totalizando 20.833.

Conforme o vacinômetro do governo do estado, Paulínia é 576ª, entre as 645 cidades paulistas, no ranking estadual da aplicação da 1ª dose e a 357ª no ranking da aplicação das doses distribuídas.

Segundo o governo do estado, Paulínia aplicou 20.638 doses das 20.900 recebidas – 13.418 pessoas receberam a 1ª dose (12% da população estimada em 112.003 habitantes) e 7.220 com a 2ª dose (6,43% dos moradores).

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Advertisement

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.