Ir para conteúdo

[Centro]
Prefeitura reajusta contrato de reforma de ginásio pela segunda vez 

Total dos dois aditamentos equivale a 45% do valor licitado pela obra; contrato com construtora também foi prorrogado por mais três meses

30 abr 2021 – 11h42
Vista aérea do Ginásio de Esportes ‘Vicente Amatte’, que fica na região central de Paulínia (Foto: Divulgação)

APrefeitura de Paulínia reajustou em 10% e prorrogou por mais três meses o contrato da reforma do Ginásio de Esportes “Vicente Amatte”, localizado no Centro da cidade. Este é o segundo aditamento feito com a empreiteira Consitec Engenharia e Tecnologia Ltda. O primeiro, de setembro de 2020, foi de 34%. A obra era para ter sido entregue no mês passado.

O extrato de aditamento e prorrogação do contrato foi publicado na edição da última quarta-feira (28) do Diário Oficial de Paulínia. O reajuste foi de R$ 209.746,88 (duzentos e nove mil, setecentos e quarenta e seis reais e oitenta e oito centavos), correspondendo a 10,1140% do valor total do contrato inicial, que era de R$ 2.073.817,24 (dois milhões, setenta e três mil, oitocentos e dezessete reais e vinte e quatro centavos).

Já o primeiro reajuste no contrato com a Consitec para reforma do ginásio de esportes do Centro foi de R$ 720.854,49 (setecentos e vinte mil oitocentos e cinquenta e quatro reais e quarenta e nove centavos) – o equivalente a 34,75% do valor licitado pela Prefeitura. A publicação desse edital de aditamento ocorreu na edição do dia 3 de setembro do ano passado do Diário Oficial de Paulínia.

Somando os dois reajustes, a Prefeitura de Paulínia vai pagar com dinheiro dos contribuintes R$ 930.601,37 a mais pelo serviço inicialmente contratado com a Consitec. Esse valor corresponde a 45% do valor fixado na licitação pública. A obra também terá, agora, um atraso, de até quatro meses para ser entregue, já que estava prevista para ficar pronta em março deste ano.

Se for levado em consideração que dos R$ 2.073.817,24 iniciais do custo total da reforma do ginásio de esportes do Centro, R$ 975 mil serão repassados à Prefeitura pelo Ministério do Esporte, por meio de convênio firmado com a Caixa Econômico (CEF), os dois aditamentos equivalem a 80,3% da parte que efetivamente cabe ao município – R$ 1.158.817,24 (um milhão, cento e cinqüenta e oito mil, oitocentos e dezessete reais e vinte e quatro centavos).

A Prefeitura foi procurada para explicar as razões dos dois reajustes no contrato com a Consitec, mas não se manifestou até a publicação deste texto. Também não esclareceu quais serviços ainda faltam ser feitos para que a obra seja concluída e entregue à população.

Pouco

No dia 14 do mês passado, a Prefeitura publicou, em suas redes sociais, que “falta pouco para o término da reforma do ginásio do Centro (mas não deu detalhes). E quando tudo isso passar (a pandemia da Covid-19), este local que faz parte da nossa história poderá ser usado novamente com segurança. Mas enquanto não passa: use máscara, higienize as mãos sempre e não aglomere.”

A reforma do ginásio de esportes do Centro começou em março do ano passado. O contrato, até então de 12 meses, contemplava instalação de um novo piso na quadra; reforma nas arquibancadas, na fachada e nos banheiros; troca das esquadrias, das instalações elétricas e de incêndio; além de pintura completa interna e externamente. De acordo com a Administração municipal, o local estava abandonado e não recebia melhorias há sete anos.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Advertisement

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.