Ir para conteúdo

[Pandemia]
Cazellato diz que hospital municipal viveu colapso devido a Covid-19

Segundo prefeito, de segunda até a manhã desta quinta-feira, a rede municipal não aguentou a pressão; à tarde, a Prefeitura lançou um plano emergencial

4 mar 2021 – 18h54
Hospital municipal de Paulínia destina todos seus leitos de UTI para pacientes do coronavírus (Foto: Divulgação)

Oprefeito Du Cazellato (PL) disse que o Hospital Municipal de Paulínia “Vereador Antônio Orlando Navarro” entrou em colapso de segunda (1º) até parte desta quinta-feira (4) por causa da pressão exercida pela pandemia da Covid-19. Nesta tarde, a Prefeitura anunciou um plano emergencial de combate ao novo coronavírus e destinou os 20 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para a Covid-19, ampliando a oferta de vagas para esses pacientes de 14 para 20.

“De segunda-feira pra cá, nosso hospital colapsou, padre”, afirmou Cazellato, em um áudio enviado na manhã desta quinta-feira (4) a um padre da cidade para justificar a inclusão das igrejas na proibição de abertura na fase vermelha do Plano São Paulo sem prepará-lo antes. “Ontem (quarta-feira – 3), às 14h, tivemos óbito, hoje (quinta-feira), de manhã, óbito também na entrada do hospital, sem poder dar o mínimo de acolhimento ao munícipe.”

No áudio, Cazellato afirma que o hospital está com tudo suspenso e somente recebe caso de Covid-19. “Mesmo assim, os aparelhos todos tomados. E, ainda o pior, o setor de pediatria, das crianças, já quase saturado, padre”, destacou. “Por isso, me antecipei no decreto (colocando Paulínia na fase vermelha dois antes do restante do estado).”

Cazellato lamentou que o mesmo também está ocorrendo na região. “Antes ainda podíamos contar com as cidades vizinhas, e nem isso hoje podemos, pois estão igual à gente, ou até pior”, falou o prefeito. “Espero que entendam. Chegamos ao ponto que não temos mais o que fazer. Só oração e proteção de Deus. Desculpa, padre. Um abraço.”

Na tarde desta quinta-feira, a Prefeitura lançou um plano emergencial de combate a Covid-19 e emitiu a nota abaixo:

“Em face ao iminente colapso na Rede Municipal de Saúde, a Prefeitura de Paulínia, por meio da Secretaria de Saúde, informa que ampliou de 14 para 20 a capacidade de leitos da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Municipal, destinados exclusivamente para Covid-19.

A Administração Municipal ressalta ainda que funcionários da saúde foram remanejados para atender pacientes com Covid-19 e que tem buscado junto ao Governo do Estado de São Paulo a ampliação de leitos. Por ora, as cirurgias eletivas também foram canceladas.

Uma nova campanha com foco na conscientização da população referente a gravidade da situação será lançada.” Já o secretário municipal de Saúde, Fábio Luiz Alve, gravou um vídeo para anunciar o plano emergencial de combate a Covid-19.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Advertisement

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.