Ir para conteúdo

[Municipais]
Total de votos não atinge quórum e sindicato dos servidores terá nova eleição

Anúncio

Cédulas recolhidas nos dois dias de votação foram incineradas; reunião na próxima sexta-feira deverá remarcar a data da escolha da nova direção sindical

9 fev 2021 – 00h25
Cédulas de votação são queimadas em churrasqueira do sindicato dos servidores de Paulínia (Foto: Reprodução de vídeo)

Aeleição para escolha da nova diretoria que deve comandar o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Paulínia (STSPM) pelos próximos cinco anos foi invalidada no final da tarde desta terça-feira (9). Nos dois dias de votação, dias 8 e 9, não se obteve o quórum mínimo de votos previsto no estatuto da entidade sindical e nova eleição deverá ser marcada ainda nesta semana.

Pelo estatuto, para o processo ter validade, a eleição da diretoria do sindicato dos servidores de Paulínia deve contar com a participação de no mínimo 2/3 do total dos associados aptos a votar – neste ano 1.334. Conforme a Comissão Eleitoral, 936 pessoas foram ao pleito na segunda e terça-feira. Portanto, faltaram 398.

“As cédulas foram incineradas na presença de representantes das duas chapas para garantir a lisura e transparência do pleito, bem como o sigilo dos votos”, informou o sindicato em suas redes sociais. A Chapa 1 (“A Força do Servidor”) e a Chapa 2 (“Transparência e Luta”) concorrem à eleição da diretoria da entidade sindical que representa cerca de 5 mil servidores municipais de Paulínia.

O sindicato ressaltou ainda que houve o registro em ata das decisões tomadas nesta tarde, com a participação de representantes das duas chapas. “A data para novas eleições com o segundo escrutínio será definida em reunião com a Comissão Eleitoral e representantes das duas chapas no próximo dia 12 de fevereiro (sexta-feira) de 2021, às 16 horas.”

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Advertisement

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.