Ir para conteúdo

[Coronavírus]
Pandemia mata outro morador de Paulínia; ocupação da UTI Covid-19 volta a 100%

Até as 9h30 desta terça-feira, 14 pacientes testados positivos para a doença ocupavam leitos da Unidade de Terapia Intensiva Covid-19 do hospital municipal

9 fev 2021 – 22h55
Prefeitura começou a vacinação de profissionais de saúde da área privada de Paulínia (Foto: Divulgação)

Paulínia registrou nesta terça-feira (9) mais uma morte de morador em decorrência do novo coronavírus. O total de óbitos de residentes na cidade desde o início da pandemia chegou a 102, segundo as estatísticas da Prefeitura. Mas para o Ministério da Saúde, responsável pelos números oficiais da doença no Brasil, já totaliza 108.

De acordo com o Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus de Paulínia, a 102ª morte de morador na cidade pela Covid-19 se trata de um homem de 78 anos, com antecedente de pneumopatia. Iniciou os sintomas respiratórios no dia 20 de janeiro.


O homem deu entrada no Hospital Municipal de Paulínia “Vereador Antônio Orlando Navarro” no último dia 30. Foi realizado diagnóstico laboratorial para a Covid-19 pelo exame de PCR, com resultado positivo. Conforme a Prefeitura, o paciente morreu na segunda-feira (8).

“A Administração municipal se solidariza com todos os familiares e amigos”, destacou em nota oficial. “A Prefeitura de Paulínia informa ser essencial que todos sigam as orientações do Comitê de Prevenção e Enfrentamento do Coronavírus e reforça a necessidade do uso de máscara, higienização das mãos sempre que possível, distanciamento social e evitar aglomerações.”


Até as 9h30 desta terça-feira, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid-19 do hospital municipal de Paulínia voltou a ficar 100% ocupada, com todos os 14 pacientes testados positivos para o novo coronavírus. A cidade tem até aqui 6.332 infectados, conforme a Prefeitura, e 7.840, segundo o Ministério da Saúde – 6.130 se recuperaram da doença.

A Prefeitura informou que nesta terça-feira ampliou o grupo de profissionais de saúde da área privada que podem se vacinar contra a Covid-19 na campanha nacional. Foram incluídos biomédicos, fonoaudiólogos, nutricionistas, psicólogos, assistentes sociais, terapeuta ocupacional, auxiliares em laboratório de análises clínicas, técnicos e auxiliares de saúde bucal.

Será obrigatório apresentar inscrição do conselho profissional e identificação do vínculo com serviço de saúde. Os demais profissionais da saúde privada já divulgados (médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, cirurgiões dentistas, fisioterapeutas, técnicos em laboratórios de análises clínicas e motoristas de ambulância), assim como idosos com 90 anos ou mais, também seguem liberados para se imunizarem.

A vacinação ocorrerá nesta quarta e quinta-feira, dias 10 e 11, entre 9h e 15h ou enquanto durarem os estoques. Os postos de vacinação são:

  • Local

– Túnel do Theatro Municipal “Paulo Gracindo”

  • Endereço

– Avenida Prefeito José Lozano Araújo, 1.551 – Parque Brasil 500

  • Local

– Base Avançada da Guarda Municipal e Defesa Civil

  • Endereço

– Praça Waldemar Perissinotto (Lagoa do João Aranha) – bairro João Aranha

Até segunda-feira, Paulínia tinha dado a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em 1.915 pessoas. Entre os atendidos estão idosos residentes em instituições de longa permanência, idosos com 90 anos ou mais, coveiros e profissionais de saúde da área pública e privada.

Conforme o recebimento de novas doses, a campanha será aberta para novos públicos. A Secretaria de Saúde pede a todos que se cadastrem no site www.vacinaja.sp.gov.br. O cadastro não é um agendamento e nem obrigatório, mas irá agilizar a imunização nos locais de vacinação.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Advertisement

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.