Ir para conteúdo

[Cuidados]
Procon orienta pequenos empresários que vendem nas redes sociais

Anúncio

Órgão que realiza a defesa e proteção do consumidor no Brasil lançou informativo com objetivo de prevenir problemas de relação de consumo

26 jan 2021 – 5h30
Negociar o preço privadamente e in box é exemplo de prática proibida, avisa o Procon (Foto: Divulgação)

OProcon-SP lançou um informativo voltado a pequenos empresários que atuam através das redes sociais. No material, esse segmento recebe orientações sobre como deve agir, quais práticas deve adotar e o que é proibido pelo Código de Defesa do Consumidor.

Com a pandemia, parte da população que perdeu sua renda passou a oferecer produtos e serviços pela internet. Apesar de este tipo de negócio acontecer entre duas pessoas – e não entre uma pessoa e uma empresa – quando há habitualidade na prática de venda, o empresário individual é considerado fornecedor e deve seguir as regras definidas em lei.

O informativo dá orientações sobre quais informações devem ser dadas ao consumidor (endereço, características do produto ou serviço, restrições de uso, preço etc), e sobre algumas obrigações, tais como, apresentar previamente o resumo do contrato, utilizar mecanismos de segurança eficazes para pagamento e zelar pela proteção de dados pessoais do comprador.

Há também exemplos de práticas proibidas: negar-se a desfazer o negócio dentro do prazo de arrependimento (sete dias); deixar de obedecer aos prazos legais de garantia; não se responsabilizar por defeito do produto ou serviço ou por acidentes causados ao consumidor; e negociar o preço privadamente e in box.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Advertisement

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.