Ir para conteúdo

[Clima]
Chuvas deixam Paulínia, Hortolândia e Americana em estado de atenção

Informação é da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil; mutirão da Prefeitura tenta colocar a cidade em ordem após estragos de segunda-feira

22 dez 2020 – 21h
Agentes da Defesa Civil de Paulínia verificam parte de muro que cedeu no Residencial Yucatan (Foto: Divulgação)

Paulínia, Hortolândia e Americana são as três cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) que estão nesta terça-feira (22) em estado de atenção depois das chuvas que atingiram a região nos últimos dias, segundo a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil.

O “estado de atenção” é emitido somente quando a cidade passa de 80 milímetros de chuva acumulada em 72 horas e ainda, existe a previsão de chuvas moderadas a fortes. Nesses casos, as equipes da Defesa Civil ficam de prontidão.

Conforme a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, Paulínia registra 91 milímetros de chuvas no período – 90 deles registrados somente entre o final da tarde e o início da noite de segunda-feira (21). Hortolândia acumula 100mm e Americana, 81,3mm.

A Prefeitura informou nesta terça-feira que desde as primeiras horas do dia realiza uma força-tarefa com várias secretarias municipais em função das fortes chuvas que caíram sobre a cidade na segunda-feira e que causaram alagamentos em vias públicas, no Parque das Flores, em duas casas da Vila José Paulino Nogueira; quedas de sete árvores e de dois muros; e danos em asfalto e calçadas.

Lagoa do Parque das Flores transbordou e águas invadiram duas casas no Jardim Primavera (Foto: Divulgação)

A Defesa Civil esteve com seus agentes no Parque das Flores e vistoriou imóveis na José Paulino Nogueira que foram atingidos pelos alagamentos. Depois foi até o Residencial Yucatan para fiscalizar a parte de um muro que cedeu (uma outra parte caiu). Técnicas da Secretaria Municipal de Assistência Social participaram das vistorias.

A Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos mobilizou todas equipes do Consórcio Paulínia Sempre Limpa para os serviços de varrição, desobstrução das galerias e bocas de lobo, poda de árvores e retirada de galhos e entulhos. Os mutirões programados nesta semana para os bairros Betel, Jardim Amélia e Jardim Europa foram cancelados.

A Sabesp também foi mobilizada para desobstrução na rede de esgoto nos pontos da cidade, onde foram registrados alagamentos.

As ações da força-tarefa aconteceram nos bairros Jardim Primavera (Parque das Flores), São José, José Paulino Nogueira, Monte Alegre 5 (próximo aos condomínios), Centro (próximo ao Assaí Atacadista e no Parque Zeca Malavazzi) e Vila Nunes.

A CPFL Paulista, Guarda Municipal e Secretaria de Defesa e Desenvolvimento Meio Ambiente auxiliaram nos trabalhos. “Em um segundo momento serão feitos os reparos necessários no Parque das Flores”, destacou a Prefeitura. “Não há famílias desabrigadas nem vítimas”.

“É essencial que a população contribua não descartando lixo e outros objetos em locais irregulares, que podem obstruir bocas de lobo e galerias”, orientou a Prefeitura por meio de nota.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Advertisement

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.