Ir para conteúdo

[Formação]
Programa Jovem Aprendiz da Petrobras tem 236 vagas; 28 em Paulínia

Aprovados terão direito a receber um salário-mínimo nacional (R$ 1.045), 13º salário, férias, vale-transporte e plano de previdência complementar

10 dez 2020 – 11h23
Selecionados terão aulas de capacitação no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Foto: Divulgação)

APetrobras está com inscrições abertas para 236 vagas de jovens aprendizes em diversos municípios do Brasil. Em Paulínia, são 28 oportunidades. Os interessados podem se candidatar a uma chance até este sábado dia 12 de dezembro. Os aprovados receberão um salário-mínimo nacional (R$ 1.045), 13º salário, férias, vale-transporte e plano de previdência complementar.

Para se inscrever, é necessário ter entre 14 anos e 22 anos e seis meses completos, estar cursando ou ter concluído o Ensino Fundamental ou Médio. Há vagas reservadas para pessoas com deficiência, sem limite de idade e adolescentes egressos do trabalho infantil. As inscrições devem ser realizadas pela internet (https://jobs.kenoby.com/ppja).

As oportunidades fazem parte do novo modelo do Programa Petrobras Jovem Aprendiz, que, além de Paulínia, disponibilizará vagas para jovens nos municípios de Santos, Pilar (AL), São Miguel (AL), Manaus (AM), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Brasília (DF), Juiz de Fora (MG), Ipojuca (PE), Mossoró (RN), Natal (RN), Aracaju (SE), Japaratuba (SE) e Laranjeiras (SE).

“O lançamento do novo modelo do Programa Petrobras Jovem Aprendiz reafirma nosso compromisso social. O Programa é uma importante ferramenta de qualificação profissional e de inclusão de jovens no mercado de trabalho”, destacou a estatal.

O programa oferecerá cursos profissionalizantes nas áreas de logística, mecânica, eletromecânica, eletrotécnica, tecnologia da informação e comunicação, segurança do trabalho e assistente administrativo.

Os aprovados no processo de recrutamento e seleção receberão aulas de capacitação no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e desenvolverão atividades de prática profissional nessa entidade formadora, cumprindo jornada de trabalho de quatro horas diárias, de segunda a sexta-feira. A interação com a Petrobras se dará por meio de visitas técnicas, quando os jovens participantes do programa poderão conhecer as atividades da companhia.

O registro do contrato especial de aprendizagem na Carteira de Trabalho e Previdência Social dos jovens será realizado diretamente pela Petrobras e os aprendizes terão direito a salário-mínimo nacional, 13º salário, férias, vale-transporte e plano de previdência complementar opcional. Este ciclo do programa terá duração de 18 meses.

Mais informações sobre os requisitos para inscrição e detalhes sobre o processo de recrutamento e seleção podem ser obtidos no edital (https://petrobras.com.br/pt/quem-somos/carreiras/jovem-aprendiz/).

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Advertisement

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.