Ir para conteúdo

[Fique esperto]
Ipem-SP alerta consumidores para cuidados nas compras de Natal

Segundo órgão, merecem atenção especial todos os enfeites de Natal, passando por brinquedos infantis e até os itens que deverão compor a Ceia

6 dez 2020 – 12h27
Consumidores vãos às compras durante o final de ano: atenção deve ser redobrada (Foto: Agência Brasil)

As festas de final de ano incrementam de maneira significativa a venda dos comerciantes. Para garantir a melhor compra, no entanto, o consumidor deve ficar atento. O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), autarquia estadual vinculada à Secretaria de Estado da Justiça e da Defesa da Cidadania, preparou dicas para ninguém caír em armadilhas.

No caso dos produtos sazonais para as ceias de Natal e Ano Novo – como panetones, vinhos, espumantes, chester, peru, tender, presunto, pernil, pescados e carnes em geral, cereais, pães além de frutas in natura e secas, lentilha, entre outros produtos – o Ipem alerta que é preciso verificar a indicação de peso/volume.

Tudo que é embalado – itens considerados pré-medidos (ou seja, pesados sem a presença do consumidor) devem, obrigatoriamente, conter informação de peso/volume. O consumidor deve verificar a fidelidade das informações dispostas na embalagem dos produtos – tanto aqueles que vêm embalados diretamente da fábrica, como os que são manuseados ou fracionados pelo ponto de venda.

O consumidor também pode utilizar as balanças disponibilizadas pelo supermercado – geralmente na área de hortifrúti – para realizar a conferência. “Se o valor for menor ou igual que o conteúdo nominal descrito na embalagem, o consumidor está levando menor quantidade de produto que aquela pela qual está pagando, pois o peso da embalagem deve ser descontado”, avisa o Ipem.

No caso dos brinquedos, dois aspectos são de fundamental importância para garantir que a diversão aconteça com segurança, segundo o órgão estadual: a presença de classificação etária indicativa e o selo do Inmetro. “Se estas informações obrigatórias não estiverem na embalagem, o melhor a fazer é não adquirir o produto”, orienta.

No caso dos pisca-pisca ou das mangueiras para iluminação, por exemplo, é importante observar o CNPJ do importador ou fabricante na embalagem, se o plugue é certificado, apresentando a marca da conformidade (marca do Inmetro), a voltagem e a potência máxima do conjunto, para que possam ser instalados de maneira adequada, garantindo a segurança das famílias durante as festas de final de ano.

Nesse período do ano, o Ipem-SP intensifica a fiscalização destes produtos a fim de garantir que os consumidores adquiram os produtos de acordo com as normas nacionais.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Advertisement

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.