Ir para conteúdo

[Portal]
Black Friday: Procon-SP cria espaço exclusivo para reclamações

Depois do registro do consumidor, fornecedores terão até dez dias para apresentar solução; dia de descontos acontece nesta sexta-feira (27)

26 nov 2020 – 5h30
Procon-SP avisou que seguirá em alerta e casos de desrespeito à legislação serão multados (Foto: Agência Brasil)

OProcon-SP disponibiliza no seu site (https://www.procon.sp.gov.br/)  desde quarta-feira (25) um espaço específico para quem tiver problemas durante a Black Friday, evento de descontos e promoções que acontece nessa sexta-feira (27). A reclamação registrada no botão Black Friday será enviada imediatamente para o fornecedor, que terá até dez dias para dar uma solução ao consumidor.

No espaço, que fica acessível na página inicial do site, é possível informar problemas específicos do evento, como site intermitente ou congestionado, maquiagem de desconto, mudança de preço ao finalizar a compra, pagamento com boleto bancário indisponível, desconto ao mudar a compra e pedido cancelado após a finalização da compra. Além dos casos de não entrega, demora na entrega e produto/serviço entregue com defeito.

“A defesa do consumidor terá prioridade total. Tome cuidado, siga nossas dicas e denuncie. Estamos atentos e as empresas que tentarem transformar essa data promocional em uma dor de cabeça para o consumidor serão punidas exemplarmente”, avisa Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP.

Essa é mais uma medida que o Procon-SP traz para o consumidor aproveitar a data sem problemas. Grandes fornecedores que participarão do evento reuniram-se com a instituição, apresentaram seus planejamentos e assumiram compromisso de transparência e reforço no atendimento. Procon-SP seguirá monitorando e casos de desrespeito à legislação serão multados.

Nos casos em que o consumidor não tiver interesse em comprar o produto ou serviço, mas quiser fazer uma denúncia contra a empresa, ele poderá acionar as redes sociais do Procon-SP. Os perfis oficiais são: @proconsp (facebook e instagram) e @proconspoficial (twitter); e o site é o procon.sp.gov.br.

É importante que, ao fazer denúncias e reclamações, o consumidor indique o endereço da loja e apresente os prints das telas demonstrando o que ocorreu de errado com a compra.

Dicas
  • Verificar qual preço está sendo praticado no mercado nos próximos dias, pesquisar em mais de um estabelecimento, fazer prints das telas com os preços oferecidos pelas lojas, usar aplicativos e sites de comparação de preços ajudam a avaliar se o valor é de fato promocional.
  • Recomenda-se fazer uma lista do produto ou serviço que precisa ou deseja e estipular um limite de gasto, evitando assim gastar mais do que o previsto e prejudicar o orçamento. Além disso, é interessante pesquisar previamente sobre o produto que pretende comprar, como suas características, funções, locais em que está à venda, entre outros.
  • Observar o prazo de entrega e informar-se antecipadamente sobre a política de troca da empresa são atitudes que ajudam a evitar problemas.
  • Antes de qualquer compra on-line, é importante fazer uma consulta à lista “evite estes sites” do Procon-SP https://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php.
Seus Direitos – Código de Defesa do Consumidor
  • Em compras feitas fora do estabelecimento, o consumidor tem sete dias para se arrepender, cancelar a compra, devolver o produto e pedir o dinheiro de volta (o prazo passa a contar da data da compra ou da entrega do produto).
  • Qualquer produto, nacional ou importado, deve apresentar informações corretas, claras e em língua portuguesa sobre suas características, qualidade, quantidade, composição, preço, garantia, prazo de validade, origem, além dos riscos que possam apresentar à saúde e segurança dos consumidores.
  • Os produtos expostos nas vitrines devem apresentar o preço à vista e, se vendidos a prazo, o total a prazo, as taxas de juros mensal e anual, bem como o valor e número de parcelas.
Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Advertisement

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.