Ir para conteúdo

[Arquitetura]
Entorno da Igreja São Bento passa por obras de revitalização em Paulínia

Reforma teve início em agosto, mas chamou a atenção da população nesta terça-feira, quando um trator começou a trabalhar na escadaria

28 out 2020 – 16h50
Trator trabalha na escadaria da São Bento, a primeira Igreja de Paulínia (Foto: Divulgação)

AIgreja São Bento, localizada na região central de Paulínia, passa por obras de revitalização no entorno de seu prédio. A reforma teve início no último mês de agosto, mas chamou a atenção da população somente nesta terça-feira (27), quando um trator começou a trabalhar em sua escadaria.

De acordo com o padre Paulo Cesar Gonçalves Ferreira, pároco da São Bento, a primeira igreja de Paulínia, a obra de revitalização no entorno tem o objetivo de manter sua beleza e história. “Nós da comunidade, mais que ninguém, queremos ver nossa São Bento linda”, afirmou. “Queremos nossa Igreja São Bento bonita e acolhedora”.

Imagem de como ficará a Igreja São Bento após as obras de revitalização do entorno (Foto: Reprodução)
Como era o entorno da Igreja São Bento antes do início das obras de revitalização (Foto: Divulgação)

As obras de revitalização preveem nova escadaria, seguindo as normas de segurança; muro de contenção para impedir a volta de rachaduras; guarda-corpo; e grades no entorno para evitar novos furtos e roubos. “O projeto contempla vários espaços para a oração pessoal, além de paisagismo e iluminação”, disse.

Padre Paulo lembrou que a revitalização da Igreja São Bento é idealizada desde 2015 com o Conselho de Pastoral da comunidade. De lá para cá foram realizados diversos eventos e festas para levantar recursos em prol a obra. “A comunidade sempre respondeu positivamente a este projeto”, destacou. “Perceba que a Igreja continua lá. Ela não sofre modificações”.

O pároco disse que se trata de uma obra relevante devido à importância da Igreja São Bento para a Paulínia. “Queremos preservar a história, não nos esquecendo do passado, mas, ao mesmo tempo, valorizando o presente”, explicou. “Vale lembrar que a comunidade São Bento não é apenas uma peça de museu e sim uma comunidade viva com grande participação dos fiéis, com vários trabalhos pastorais e muitas outras ações”.

Durante todo o período da obra a Igreja São Bento vai ficar aberta à população, com acesso seja pela porta principal ou lateral. As missas também continuam acontecendo normalmente. “Todas as atividades continuarão a serem realizadas na Igreja ou nas dependências anexas à ela”, esclareceu o padre Paulo.

A revitalização é coordenada pela própria comunidade da Igreja São Bento e realizada com recursos provenientes de festas e eventos. “Difícil falar da duração da obra, pois a comunidade continua dependendo de doações e elas chegam esporadicamente”, falou o pároco. “Quem puder ajudar com doações, a comunidade agradece.”

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.