Ir para conteúdo

[Paulínia]
Prefeitura registra mais 14 moradores contaminados com o novo coronavírus

Hospital municipal tem neste sábado 18 pacientes internados em decorrência da Covid-19; sete deles ocupam leitos da Unidade de Terapia Intensiva

3 out 2020 – 17h20
Paulínia já descartou 1.518 notificações do novo coronavírus após realização de exames (Foto: Divulgação)

APrefeitura de Paulínia registrou mais 14 moradores infectados pela Covid-19 em seu boletim epidemiológico diário deste sábado (3). Agora, pelos dados do governo municipal, a cidade totaliza 3.553 casos confirmados e 79 mortes desde o início da pandemia. Para o Ministério da Saúde, responsável pelos números oficiais da doença no País, o município já possui 5.173 pessoas contaminadas e 78 mortes. O recuperados passaram de 3.294 para 3.301 nas últimas 24 horas.

Conforme o boletim epidemiológico da Prefeitura, até as 9h30 deste sábado, o Hospital Municipal de Paulínia “Vereador Antônio Orlando Navarro” possuía 18 pacientes internados em razão da Covid-19. Sete deles (um a mais em relação à atualização anterior) ocupavam leitos da Unidade de Terapia Intensiva. De acordo com o governo municipal, a rede pública de saúde da cidade  possui 16 vagas de UTI – 10 destinadas a pacientes decorrentes do novo coronavírus e seis (cinco delas já ocupadas) reservadas para doentes de complicações diversas.

O estado de São Paulo atingiu um milhão de infectados pelo novo coronavírus desde o início da pandemia, neste sábado. Ao todo, o estado acumula 1.003.429 de casos confirmados da Covid-19. Desses, 865.135 pessoas estão recuperadas, das quais 109.606 foram internadas e tiveram alta hospitalar. O total de mortes chegou a 36.136 pessoas. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 76,4% das mortes.

As taxas de ocupação dos leitos de unidades de Terapia Intensiva (UTIs) são de 42,4% na Grande São Paulo e 43,7% no estado, de acordo com as estatísticas do governo estadual. O número de pacientes internados no momento é de 8.721, sendo 4.974 em enfermarias e 3.747 em unidades de terapia intensiva, baseado em dados das 11h deste sábado.

Com uma taxa de ocupação de leitos de UTI voltados para o tratamento de casos do novo coronavírus abaixo de 50% em todo o estado, o governo decidiu redirecionar parte desses leitos para o tratamento de outras doenças graves ou para cirurgias eletivas. O anúncio foi feito na última quarta-feira (30) pelo governador de São Paulo, João Doria.

Até o dia 15 de outubro, o estado de São Paulo poderá ter de 1,10 milhão a 1,15 milhão de casos do novo coronavírus. A previsão foi divulgada sexta-feira (2) pelo Centro de Contingência do Coronavírus, que estima que o estado pode ter entre 38 mil e 39 mil mortes por coronavírus até essa data.

O Centro prevê ainda que, nesta semana – a 40ª Semana Epidemiológica –, o estado deverá apresentar nova queda no número de casos e de mortes por coronavírus. Os dados desta semana dependem de balanço que será feito neste sábado, mas já indicam uma queda de 6% no número de óbitos e de 20% no número de casos.

Há pouco mais de sete meses, em 26 de fevereiro, o estado de São Paulo registrava o primeiro caso confirmado de Covid-19 no País, um brasileiro que havia chegado da Itália. Este foi também o primeiro caso confirmado no Brasil. No mesmo dia, o governo do estado criava o Centro de Contingência do Coronavírus – que, desde então, é o órgão responsável pela divulgação de dados e políticas públicas relacionadas à doença.  Em 17 de março, o estado confirmou a primeira morte no País em decorrência do novo coronavírus.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia 

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.