Ir para conteúdo

[Ensino]
Paulínia descarta a retomada das aulas presenciais durante outubro

Decisão foi anunciada na tarde desta terça-feira pelos comitês de Enfrentamento e Prevenção do Coronavírus e Conselho Municipal de Educação

22 set 2020 – 17h15
Aulas presencias seguem suspensas em Paulínia pelo menos até novembro deste ano (Foto: Divulgação)

APrefeitura de Paulínia descartou nesta terça-feira (22) a retomada em outubro das aulas presenciais nas redes municipal, estadual e particular de ensino na cidade. O anúncio foi feito por meio de comunicado oficial e um decreto deve normatizar o tema no município.

De acordo com a Prefeitura, a decisão de continuarem suspensas as aulas presenciais em Paulínia foi tomada pelo Comitê de Enfrentamento e Prevenção do Coronavírus em conjunto com o grupo criado para analisar a situação específica da educação e o Conselho Municipal de Educação.

A nota destaca que conselheiros e integrantes dos comitês se pautaram “em critérios eminentemente técnicos e científicos, com a finalidade precípua de proteger as crianças, os trabalhadores e a comunidade, o que se constitui em obrigação e compromisso da atual Administração municipal.”

As aulas presenciais nas redes municipal, estadual e particular de Paulínia estão suspensas desde março deste ano, quando começaram a surgir os primeiros casos da pandemia do novo coronavírus no estado. O ensino tem ocorrido por meio de plataformas online e de entrega de material didático aos alunos.

Até as 9h30 desta terça-feira, Paulínia tinha 79 mortes pelo novo coronavírus e 3,4 mil casos confirmados da doença desde o início da pandemia. Dezenove pessoas estavam internadas em razão da Covid-19 no Hospital Municipal “Vereador Antônio Orlando Navarrro” – cinco na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O Ministério da Saúde já contabiliza 4.909 infectados na cidade.

No último dia 18, o governador João Doria (PSDB) confirmou que o plano da retomada opcional de aulas presenciais escalonadas no estado de São Paulo está mantido para o dia 7 de outubro para alunos do Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede estadual.

Para as escolas que atendem alunos do Ensino Fundamental, a data prevista de retorno foi alterada dia 3 de novembro. As atividades opcionais de acolhimento e recuperação já estavam autorizadas desde o dia 8 de setembro pelo governo de São Paulo.

Mas, segundo o governo o estado, a volta às aulas presenciais e as atividades opcionais de acolhimento e recuperação estão condicionadas à autorização dos prefeitos de cada um dos 645 municípios. As prefeituras são autônomas para decidir se vão ou não acompanhar o cronograma estadual e podem adotar calendários mais restritivos, conforme dados epidemiológicos locais.

Clique aqui para ver mais notícia de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.