Ir para conteúdo

[Eleições 2020]
PL e PSL repetem dobradinha Du Cazellato e Sargento Camargo

Chapa majoritária dos dois partidos à Prefeitura de Paulínia foi a vencedora da eleição suplementar de 2019; outras cinco legendas aderiram à coligação

10 set 2020 – 11h58
Du Cazellato fala na convenção do PL, observado por Danilo Barros e Sargento Camargo (Foto:Divulgação)

Adobradinha Du Cazellato e Sargento Camargo será repetida nas eleições municipais deste ano em Paulínia. PL e PSL oficializaram na noite desta quarta-feira (9) as candidaturas a prefeito e a vice da dupla, que venceu a eleição suplementar do dia 1º de setembro de 2019 e está no comando do município no mandato-tampão que termina no próximo dia 31 de dezembro. Outras cinco legendas oficializaram a adesão à coligação.

A série de convenções partidárias presenciais realizadas nesta quarta-feira pelos partidos que compõem a coligação majoritária liderada pelo PL começou com o PSL, às 14h, no imóvel localizado na Rua Vitalino Ferro, 465, no bairro Santa Terezinha, sede provisória das legendas que apoiam Du Cazellato e Sargento Cmargo, e seguiu noite adentro.

O PSL, além de oficializar Sargento Carmargo candidato a vice-prefeito, aprovou 23 candidatos as 15 cadeiras da Câmara de Paulínia – 16 homens e sete mulheres. Às 18h, foi a vez do PL homologar a candidatura de Du Cazellato a prefeito, e lançar 22 postulantes ao cargo de vereador na cidade – 15 homens e sete mulheres. O presidente da legenda, o vereador Danilo Barros, não vai disputar a reeleição neste ano.

Du Cazellato, além de prefeito atual, é empresário, foi vereador (2013/2019), presidente da Câmara Municipal (2017/2018) e prefeito interino (2018). Já Sargento Camargo é policial militar aposentado. Nas eleições de 2016 obteve cerca de 700 votos para vereador e ficou na primeira suplência da coligação PDT/PR. Assumiu a cadeira durante o episódio do afastamento de 13 vereadores, no início de 2018, e voltou para a suplência após o arquivamento do relatório da Comissão Processante (CP).

Ainda no pacote de convenções partidárias desta quarta no Santa Terezinha, oficializaram a coligação com os candidatos do PL e do PSL, o Cidadania, do empresário Tuta Bosco, e ex-candidato a prefeito na suplementar do ano passado e nas eleições municipais de 2016; o Progressistas, do secretário municipal de Obras, Marcelo Mello; o Podemos, da empreendedora Alice Cardoso Giampaoli; Solidariedade, do empresário Mauro Torres; e o PSB, do vereador Marquinho Fiorella.

O Cidadania lançou 23 candidatos à Câmara de Vereadores – 16 homens e sete mulheres; o Solidariedade, 18 – 13 homens e cinco mulheres; o PSB, 14 – nove homens e cinco mulheres (o presidente da legenda, o vereador Marquinho Fiorella não concorrerá à reeleição neste ano); o Podemos, 13 – nove homens quatro mulheres; e o Progressistas não lançou postulantes ao Legislativo paulinense.

As eleições 2020 para a escolha de prefeito, vice-prefeito e vereador estão previstas para o próximo dia 15 de novembro. As convenções partidárias para oficialização dos candidatos podem ocorrer até o próximo dia 16, de acordo com calendário estabelecido pela Justiça Eleitoral.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.