Ir para conteúdo

[Avanço]
Homem de 79 anos é a 64ª vítima fatal do novo coronavírus em Paulínia

Paciente morreu em hospital privado de Campinas, segundo boletim epidemiológico da Prefeitura deste sábado; município registrou mais 32 infectados

22 ago 2020 – 13h03
Diagnóstico laboratorial para o novo coronavírus foi realizado por meio do exame de swab (Foto: Agência Brasil)

APrefeitura de Paulínia confirmou neste sábado (22) a morte de um homem de 79 anos em decorrência da Covid-19. Com isso, a cidade soma 64 moradores mortos pela doença deste o início da pandemia. Nas últimas 24 horas, também foram adicionados outros 32 casos de infectados às estatísticas do município, totalizando 2.839. Mas, para o Ministério da Saúde, o número de infectados pelo novo coronavírus já é de 4.105 (+26 em relação a sua última atualização) e 65 óbitos (+1). Os curados passaram de 2.605 para 2.609 (+4).

O Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus informou que a 64ª morte pela Covid-19 em Paulínia se trata de um homem de 79 anos, que possuía hipertensão arterial e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Iniciou sintomas respiratórios no dia 31 de julho. Deu entrada em hospital da rede privada de Campinas no dia 4 de agosto e transferido para outra unidade particular da mesma cidade no mesmo dia. Foi realizado diagnóstico laboratorial para o novo coronavírus pelo exame de swab, com resultado positivo. Morreu sexta-feira (21).

“A Administração municipal se solidariza com todos os familiares e amigos”, destacou a Prefeitura em nota. “É essencial que todos sigam as orientações do Comitê de Prevenção e Enfrentamento do Coronavírus e o isolamento domiciliar, saindo somente para necessidades extremas, nunca deixando de usar máscara e higienizando as mãos sempre que possível.”

O Hospital Municipal de Paulínia “Vereador Antônio Orlando Navarro”, até as 9h30 deste sábado, recebeu mais um paciente em decorrência do novo coronavírus: agora, são 27 (+1). O número de leitos reservados para Covid-19 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e que estão ocupados com doentes baixou de sete para seis. A Prefeitura diz que tem 14 vagas de UTI – 10 para pandemia e quatro para outras complicações. Neste mês, deu início a contratação temporária de 85 profissionais de saúde, por meio de seleção emergencial, o que permitirá a ampliação da oferta.

Os internados em razão da Covid-19 no hospital municipal estavam neste sábado:

  • seis na UTI – apesar de ter recebido 10 respiradores no último dia 15 de junho do governo do estado, o município não anunciou o aumento de leitos de UTI na rede; já o processo seletivo do final de abril feito pela Prefeitura e que permitiria a contratação de funcionários para ampliação das 14 vagas de terapia intensiva instaladas no hospital municipal foi cancelado pelo governo municipal (um novo processo foi aberto no último dia 7 de julho e o reforço profissional está sendo contratado);
  • seis na Unidade Respiratória, que possui sete leitos;
  • 12 na Enfermaria Respiratória, que conta com oito leitos, mas que, segundo a Prefeitura, podem ser ampliados sempre que necessário;
  • um na Pediatria; e
  • dois na Clínica Cirúrgica.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.