Ir para conteúdo

[Paulínia]
Decreto amplia horário de lojas e permite bares e restaurantes abertos à noite

Estabelecimentos podem oferecer consumo local até 22h; lojas e serviços têm o período de funcionamento estendido de seis para oito horas diárias

21 ago 2020 – 20h30
Funcionamento de oito horas diárias pode ser contínuo ou fracionado, mas não pode passar das 22h (Foto: Agência Brasil)

Oprefeito Du Cazellato (PL) publicou no final da tarde desta sexta-feira (21) decreto autorizando comércios e serviços não essenciais a estenderem seus horários de funcionamento de seis para oito horas diárias em Paulínia, bem como bares, restaurantes e lanchonetes a ficarem abertos até as 22h com consumo local. A medida já está em vigor.

O decreto saiu na edição extra desta sexta-feira do Semanário Oficial do Município. Paulínia e outros 41 municípios, que compõem o Departamento de Saúde VII (DRS VII) Campinas, permaneceram nesta tarde, durante a atualização do mapa de cores do governo estadual, na fase 3 – amarela do Plano São Paulo de reabertura gradual e regionalizada da economia no estado.

Na fase amarela, a cidade pode reabrir bares, restaurantes, salões de beleza, shoppings, comércios de ruas, barbearias com 40% da capacidade, além de academias com 30% de vagas. O decreto ainda trata do funcionamento de feiras livres, igrejas, clubes esportivos de lazer, praças e parques públicos, além de equipamentos esportivos públicos, centros de ginásticas e dança.

O decreto nº 7.868, que pode ser visto na íntegra aqui, a partir da página 1, dispõe que:

  • comércio e serviços têm horário delimitado das 9h as 17h, de segunda a sexta-feira; e, aos sábados, das 8h às 16h;
  • o Paulínia Shopping, com horário delimitado das lojas e dos estabelecimentos comerciais, de segunda a sexta-feira, das 12h às 20h; da praça de alimentação das 11h as 15h e das 18h as 22h; e, aos sábados e domingos, das 12h às 20h. Está vedada a realização de atividades e eventos culturais e de lazer; e
  • fica permitido o consumo local em bares, restaurantes e similares, limitada à capacidade de 40% do estabelecimento, com o horário delimitado de oito horas de funcionamento ao dia, podendo a jornada ser contínua ou fracionada, porém com o horário máximo de funcionamento até as 22h.

O Plano São Paulo é dividido em cinco fases que vão do nível máximo de restrição de atividades não essenciais (vermelho) a etapas identificadas como controle (laranja), flexibilização (amarelo), abertura parcial (verde) e normal controlado (azul). O Plano São Paulo também é regionalizado, ou seja, o estado foi dividido em 17 regiões (com a região metropolitana dividida em cinco sub-regiões) e cada uma delas é classificada em uma fase.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.