Ir para conteúdo

[Tristeza]
Novo coronavírus segue sua escalada e mata o 55º morador de Paulínia

Covid-19 infecta mais 41 pessoas, conforme boletim da Prefeitura desta quinta-feira; Ministério da Saúde já contabiliza 3.642 casos e 57 óbitos

13 ago 2020 – 13h45
Número de recuperados em Paulínia subiu de 2.261 para 2.2.79 – ou 18 a mais (Foto: Divulgação)

Onovo coronavírus segue infectando moradores e fazendo novas vítimas fatais em Paulínia. Nesta quinta-feira (13), o boletim epidemiológico da Prefeitura divulgou a 55ª morte pela doença na cidade e mais 41 paulinenses contaminados, totalizando 2.552. O Ministério da Saúde contabiliza 3.642 casos confirmados (+50 em relação à última atualização do governo federal) e 57 mortes (+3) no município.

O Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus em Paulínia informou que o 55° óbito se refere a um homem de 82 anos. De acordo com a Prefeitura, a vítima tinha doença cardiovascular e diabetes mellitus. Iniciou os sintomas respiratórios no dia 16 de julho passado e foi internado três dias depois, em um hospital da rede privada de Campinas.

O diagnóstico laboratorial para a Covid-19 ocorreu por meio de exame de swab (secreção nasal e bucal), com resultado positivo. Morreu no último dia 23 de julho. “A Administração municipal se solidariza com familiares e amigos”, destacou o governo. “É essencial que todos sigam as orientações do comitê e o isolamento domiciliar, saindo somente para necessidades extremas, nunca deixando de usar máscara e higienizando as mãos sempre que possível.”

Nesta quarta-feira, dois idosos do Centro Municipal de Geriatria, também conhecido como Lar dos Velhinhos, deixaram a quarentena, após se recuperarem do novo coronavírus. Quatro residentes do local já morreram em consequência da doença desde o início da pandemia. Outros dois moradores do local suspeitos de estar com a doença testaram negativo para a Covid-19, segundo o que foi anunciado na última segunda-feira pelo governo municipal.

“Antes de deixarem o isolamento, passaram por retestagem, que confirmou que ambos superaram o novo coronavírus”, esclareceu a Prefeitura. “Assim, o Centro de Geriatria não tem mais nenhum caso da Covid-19, entre seus residentes.” Dos funcionários nove funcionários contaminados, dois seguem em recuperação. “Outros quatro colaboradores foram afastados, visto que apresentam sintomas e aguardam pelos resultados de seus exames.”

O Hospital Municipal de Paulínia “Vereador Antônio Orlando Navarro” mantinha nesta quarta-feira a mesma situação de terça (12): 31 pacientes positivos e suspeitos da Covid-19 internados – 10 dez deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo servidores da linha de frente do combate à pandemia, há 14 vagas de UTI instaladas no local e oito que podem receber doentes de quaisquer complicações devido ao número reduzido de funcionários. A Prefeitura garante que são 10 e deu início neste mês à contratação temporária de 85 profissionais de saúde, por meio de processo seletivo emergencial concluído, o que permitirá a ampliação desse atendimento na rede municipal.

Os internados em razão da Covid-19 no hospital municipal estavam nesta quinta-feira:

  • 10 na UTI – apesar de ter recebido 10 respiradores no último dia 15 de junho do governo do estado, o município não anunciou o aumento de leitos de UTI na rede; já o processo seletivo do final de abril feito pela Prefeitura e que permitiria a contratação de funcionários para o uso imediato dos 14 leitos de UTI instalados no hospital municipal foi cancelado pelo governo municipal (um novo processo foi aberto no último dia 7 de julho e o reforço profissional está em fase de contratação);
  • seis na Unidade Respiratória, que possui sete leitos;
  • 12 na Enfermaria Respiratória, que conta com oito leitos, mas que, segundo a Prefeitura, podem ser ampliados sempre que necessário; e
  • três na Clínica Médica.
Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.