Ir para conteúdo

[Letalidade]
Paulínia tem mais três mortes pela Covid-19 e total aumenta para 28

Dois homens e uma mulher não resistiram ao coronavírus, segundo boletim de sábado; internações subiram para 39 no hospital municipal – 10 na UTI

25 jul 2020 – 12h19
Há uma semana, Paulínia registrava 20 óbitos pela doença desde o início da pandemia (Foto: Agência Brasil)

APrefeitura de Paulínia registrou nas últimas 24 horas mais três mortes pela Covid-19 no boletim epidemiológico diário do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, divulgado neste sábado (25). Há uma semana, eram 20 óbitos na cidade. O número de internados em decorrência do novo coronavírus voltou a subir para 39 – 10 pacientes estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal Vereador “Antônio Orlando Navarro”.

Conforme a Prefeitura, o:

  • 26º óbito

– trata-se de uma mulher de 77 anos, que tinha diabetes mellitus, hipertensão arterial, doença cardiovascular e obesidade. Apresentou início dos sintomas no dia 3 e foi internada no hospital municipal no dia 9. A Prefeitura transferiu a paciente ao Hospital das Clínicas de São Paulo no dia 14, onde faleceu na última terça-feira (21). Foi realizado diagnóstico laboratorial para a Covid-19 por exame de swab (secreção nasal e buca), com resultado positivo.

  • 27º óbito

– Refere-se a um homem de 66 anos, que possuía diabetes mellitus e doença cardiovascular. Iniciou sintomas respiratórios no dia 4. Foi admitido no hospital municipal de Paulínia no dia 19, onde teve o diagnóstico laboratorial para a Covid-19 confirmado pelo exame swab. Morreu na quinta-feira passada, dia 23.

  • 28º óbito

– Trata-se de outro homem de 66 anos, que tinha hipertensão arterial. Começou os sintomas respiratórios dia 1º de julho e foi internado no hospital municipal de Paulínia no mesmo dia. Foi realizado diagnóstico laboratorial para a Covid-19 por exame de swab, com resultado positivo. Faleceu na sexta-feira (24).

Pelos números da Prefeitura divulgados neste sábado, Paulínia tinha, até as 9h30, 1.781 infectados confirmados da Covid-19, ou 34 a mais em relação às últimas 24 horas. Entretanto este total é muito maior. Segundo dados oficiais do Ministério da Saúde, até o início da noite de sexta-feira, o município contava com 2.284 moradores testados positivos para o novo coronavírus – mais 111 em comparação com a noite de quinta-feira (25). A diferença entre as somas dos governos municipal e federal já chega a 503 casos. Os curados são 1.001 (+4) e as pessoas com a doença ativa, 752.

O número de internados em consequência da Covid-19 voltou a subiu no hospital municipal de Paulínia de sexta-feira para sábado: de 35 para 39. Com isso, 10 leitos de UTI estão ocupados com pacientes positivos e suspeitos da doença – há 24 horas eram nove. Conforme servidores do combate à pandemia, há 14 vagas instaladas de terapia intensiva no local e oito que podem receber doentes de quaisquer complicações devido ao número reduzido de funcionários. A Prefeitura garante que são 10, mesmo sem informar a contratação de profissionais da saúde o que permitiria ampliar esse atendimento na rede municipal da cidade.

Os internados em consequência da Covid-19 em Paulínia estavam neste sábado:

  • 10 na UTI – apesar de ter recebido 10 respiradores no último dia 15 de junho do governo do estado, o município não anunciou o aumento de leitos de UTI na rede; já o processo seletivo do final de abril feito pela Prefeitura e que permitiria a contratação de funcionários para o uso imediato dos 14 leitos de UTI instalados no hospital municipal foi cancelado pelo governo municipal (um novo processo foi aberto no último dia 7);
  • 12 na Unidade Respiratória, que possui sete leitos;
  • 13 na Enfermaria Respiratória, que conta com oito leitos, mas que, segundo a Prefeitura, podem ser ampliados sempre que necessário;
  • três na Pediatria; e
  • um na Clínica Cirúrgica.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.