Ir para conteúdo

[Contágio]
Internações e ocupação de leitos de UTI Covid-19 crescem em Paulínia

Mais 25 infectados foram confirmados no boletim epidemiológico da Prefeitura desta quarta-feira; para Ministério da Saúde, eles já são 1.986

22 jul 2020 – 15h13
Equipe da Secretaria Municipal de Saúde vistoria a chegada de camas para o hospital (Foto: Divulgação)

Adisseminação do novo coronavírus em Paulínia fez crescer mais uma vez as internações e a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em decorrência da Covid-19 no hospital Municipal “Vereador Antônio Orlando Navarro”. De acordo com o boletim epidemiológico diário da Prefeitura, até as 9h30 desta quarta-feira (22), 39 pacientes suspeitos e positivos estavam em tratamento no local – 10 deles na UTI. Mais 25 casos foram registrados nas últimas 24 horas, totalizando 1.655 infectados na cidade, pelas estatísticas municipais. O Ministério da Saúde já contabiliza 1.986 contaminados no município. A quantidade de pessoas recuperadas aumentou de 891 para 900 (+9).

Pelo segundo dia seguido, o número de internados em razão da Covid-19 bateu recorde no hospital municipal. De terça para esta quarta-feira, o total de pacientes positivos e suspeitos cresceu de 38 para 39. Os que estão na UTI subiu de 9 para 10. Conforme servidores do combate à pandemia, há 14 vagas instaladas de terapia intensiva no local e oito que podem receber doentes de quaisquer complicações devido ao número reduzido de funcionários. A Prefeitura garante que são 10, mesmo sem informar a contratação de profissionais da saúde o que permitiria ampliar esse atendimento na rede municipal da cidade.

Os internados em consequência da Covid-19 no hospital de Paulínia estavam nesta quarta-feira:

  • 10 na UTI – apesar de ter recebido 10 respiradores no último dia 15 de junho do governo do estado, o município não anunciou o aumento de leitos de UTI na rede; já o processo seletivo do final de abril feito pela Prefeitura e que permitiria a contratação de funcionários para o uso imediato dos 14 leitos de UTI instalados no hospital municipal foi cancelado pelo governo municipal (um novo processo foi aberto no último dia 7);
  • 13 na Unidade Respiratória, que possui sete leitos;
  • 12 na Enfermaria Respiratória, que conta com oito leitos, mas que, segundo a Prefeitura, podem ser ampliados sempre que necessário;
  • três na Pediatria; e
  • um na Clínica Cirúrgica.

Nesta quarta-feira, o secretário municipal de Saúde, Fábio Luiz Alves, informou que segue com o plano de contingência da estrutura do hospital de Paulínia: ampliação para 22 leitos de UTI Covid-19 e 30 de Enfermaria Respiratória. “Hoje (quarta-feira) fomos receber as camas e averiguar os espaços de nova acomodação interna da estrutura e ambiência do HMP”, descreveu. “Na semana próxima todos os equipamentos de leitos e, principalmente, profissionais de Saúde do contrato emergencial estarão disponíveis para garantir o nosso compromisso com o SUS Paulínia de qualidade”.

Na última segunda-feira (20), a Prefeitura de Paulínia anunciou que começou a manutenção da Unidade Básica de Saúde (UBS) Centro I. A ação faz parte do Programa de Manutenção dos Prédios Públicos. Com as obras, a UBS deixará de funcionar aos sábados, para que os trabalhos sejam intensificados neste dia. No local, deverão ser realizados serviços de hidráulica, pintura, iluminação, elétrica e alvenaria. A UBS São José continua em manutenção e as próximas que receberão melhorias são as do Jardim Amélia e João Aranha. “Em 12 meses, todos os prédios da Saúde serão contemplados”, adiantou o governo municipal.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.