Ir para conteúdo

[FGV]
Processo seletivo atrai 3.595 candidatos; resultado deve sair em agosto

Prefeitura prevê a contratação de 85 profissionais de saúde para nove cargos da linha de frente do combate à pandemia do novo coronavírus

16 jul 2020 – 18h20
Área do hospital municipal de Paulínia passa por de desinfecção com água sanitária (Foto: Divulgação)

Oprocesso seletivo emergencial realizado pela Prefeitura de Paulínia para a contratação de 85 profissionais de saúde para nove cargos da linha de frente do combate ao novo coronavírus recebeu 3.595 inscrições. “A Fundação Getúlio Vargas (FGV) responsável pela organização do processo já deu início a seleção dos candidatos e a expectativa é de que até o início de agosto o concurso já seja homologado”, informou o governo municipal.

A Prefeitura destacou que as 85 vagas serão preenchidas de acordo com necessidade e planejamento da Secretaria Municipal de Saúde, para integrarem o quadro de servidores do Hospital Municipal de Paulínia “Vereador Antônio Orlando Navarro”. Atualmente, conforme servidores do combate à pandemia, a unidade tem 14 leitos instalados de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas oito que podem receber doentes de quaisquer complicações devido ao número reduzido de funcionários.

No entanto, a Prefeitura garante que dispõem de 10 leitos para a Covid-19, mesmo sem informar a contratação de profissionais de saúde o que permitiria a ampliação desse atendimento. Dez respiradores recebidos no último dia 15 de junho, há cerca de um mês, do governo do estado também ainda não se converteram em novos leitos de UTI na cidade. O Departamento Regional de Saúde VII de Campinas – do qual Paulínia faz parte com outras 41 cidades –, cobrou explicações da Administração municipal.

Esta é a segunda vez que a Prefeitura tenta contratar profissionais de saúde para reforçar a linha de frente do combate à Covid-19 na cidade. No final de abril, fez um processo também emergencial para selecionar 407 profissionais de saúde para o hospital municipal, hospital de campanha e posto avançado Covid-19 anexo à Unidade Básica de Saúde (UBS) São José, na região do João Aranha (esses dois últimos não saíram do papel), mas acabou cancelando tudo por irregularidades ainda não explicadas pelo governo municipal.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.