Ir para conteúdo

[Paulínia]
Covid-19 infecta 1.542 moradores; Ministério da Saúde já contabiliza 1.839

Atraso do número da Prefeitura em relação ao oficial do governo federal já é de quase 300 casos; 681 pessoas estão a doença ativa na cidade

16 jul 2020 – 15h04
Servidor público distribui bisnaga com álcool em gel na região central de Paulínia (Foto: Divulgação)

APrefeitura divulgou mais 39 casos da Covid-19 em Paulínia, na tarde desta quinta-feira (16), em seu boletim epidemiológico diário. O total chegou a 1.542 – ou 297 moradores a menos que os 1.839 contabilizados na cidade pelo Ministério da Saúde, até a tarde de quarta-feira (15). A ocupação de leitos do Hospital Municipal “Vereador Orlando Navarro” com pacientes decorrentes do novo cororonavírus segue alto: 32 – nove estavam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os curados aumentaram de 830 para 845 (15 a mais em 24 horas).

O governo local já esclareceu que o atraso no número de casos da Covid-19 da Prefeitura de Paulínia em relação ao divulgado pelo Ministério da Saúde ocorre pela demora de o município ser notificado dos casos de seus moradores que são atendidos em outras cidades da região ou do estado. Mas, na hora de tomar um decisão, o Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus leva em conta as estatísticas municipais com cerca de 300 infectados a menos.

Pelos números do boletim da Prefeitura de Paulínia, excluídos 16 mortos e 845 recuperados do total de 1.542 infectados, 681 moradores seguem com a doença ativa em Paulínia. Outros 765 casos suspeitos, que aguardam resultados de exames para detecção da Covid-19, também são acompanhados por equipes da Secretária Municipal de Paulínia. Do total de pacientes positivos em recuperação (681) e suspeitos (765) – o equivalente a 1.446 pessoas –, 32 estão internados no hospital municipal e o restante cumprem isolamento domiciliar.

Nesta quinta-feira, o total de internados em razão da Covid-19 diminuiu de 34 para 32 no hospital municipal de Paulínia. A Prefeitura não informou se tiveram alta ou se foram transferidos para outras unidades hospitalares da região ou da Capital. Nove leitos de UTI continuam ocupados. Segundo servidores do combate à pandemia são 14 instalados, mas oito que podem receber doentes de quaisquer complicações devido ao número reduzido de funcionários. A Prefeitura garante que são 10, mesmo sem informar a contratação de profissionais da saúde o que permitiria a ampliação desse atendimento.

 Os internados no hospital municipal de Paulínia estavam nesta quinta-feira:

  • nove na UTI – apesar de ter recebido 10 respiradores no último dia 15 de junho do governo do estado, o município não anunciou o aumento de leitos de UTI na rede; já o processo seletivo do final de abril feito pela Prefeitura e que permitiria a contratação de funcionários para o uso imediato dos 14 leitos de UTI instalados no hospital municipal foi cancelado pelo governo municipal (um novo processo foi aberto no último dia 7);
  • 10 na Unidade Respiratória, que possui sete leitos;
  • 12 na Enfermaria Respiratória, que conta com oito leitos, mas que, segundo a Prefeitura, podem ser ampliados sempre que necessário; e
  • um na Pediatria.

Na noite desta quarta-feira (15), autoridades da Divisão de Vigilância Sanitária com o apoio da Guarda Municipal realizaram uma fiscalização em mercados e supermercados dos bairros Bom Retiro, Jardim Calegaris, Santa Catarina, Jardim América e no Nova Paulínia. O objetivo era checar se os estabelecimentos estão cumprindo com os protocolos sanitários e realizar orientação e educação das pessoas para a prevenção da Covid-19. “Nos próximos dias a ação será repetida com foco no cumprimento do Decreto Municipal 7840/2020, que permite apenas o funcionamento dos comércios classificados como essenciais”, ressaltou o governo.

A Prefeitura de Paulínia também informou que começou na última segunda-feira (13) a distribuir álcool em gel 70% a pessoas que estão nas ruas da região central e em postinhos de saúde. A entrega de uma bisnaga com 100 gramas já aconteceu na Avenida José Paulino e para quem estava nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Cooperlotes, Parque da Represa, Monte Alegre e Betel. “Nos próximos dias a distribuição acontecerá em outros bairros e também na rodoviária do Paulínia Shopping”, destacou em nota.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.