Ir para conteúdo

[Paulínia]
Com 30 internados, 10 na UTI, hospital atinge maior ocupação com Covid-19

Prefeitura também adicionou 107 contaminados de uma só vez a seu boletim epidemiológico diário deste sábado, totalizando 1.398

11 jul 2020 – 13h57
Casos recuperados em Paulínia chegam 782 desde o início da pandemia da Covid-19 (Foto: Divulgação)

OHospital Municipal de Paulínia “Vereador Antônio Orlando Navarro” atingiu neste sábado (11) sua maior ocupação com internados em decorrência da Covid-19 desde o início da pandemia. Até as 9h30, eram 30 no total – 10 deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Também foram adicionados 107 infectados de uma só vez ao boletim epidemiológico diário da Prefeitura, totalizando 1.398 casos. Mas, para o Ministério da Saúde, a cidade já tinha 1.567 infectados até a tarde de sexta-feira (+44). O recuperados passaram de 711 para 782 (+71).

Em 24 horas, o total de pacientes suspeitos e positivos para a Covid-19 subiu de 29 para 30 no hospital municipal. O caso positivo que estava no Pronto-Socorro saiu de lá. A UTI que tinha nove leitos ocupados na sexta-feira, agora, chegou a 10 – dois além de sua capacidade de funcionamento, conforme servidores da linha de frente do combate à pandemia (são 14 instalados, mas oito que poderiam receber doentes de quaisquer complicações devido ao número reduzido de funcionários). A Prefeitura garante que são 10 para a pandemia mesmo sem informar a contratação de profissionais da saúde para ampliação desse atendimento.

Os pacientes positivos e negativos para o novo coronavírus do hospital municipal de Paulínia estavam neste sábado:

  • 10 na UTI – mais de 100% – apesar de ter recebido 10 respiradores no último dia 15 do governo do estado, o município não anunciou o aumento de leitos de UTI na rede; já o processo seletivo do final de abril feito pela Prefeitura e que permitiria a contratação de funcionários para o uso imediato dos 14 leitos de UTI instalados no hospital municipal foi cancelado pelo governo municipal (um novo processo foi aberto terça-feira, dia 7);
  • oito na Unidade Respiratória, que possui sete leitos; e
  • 12 na Enfermaria Respiratória, que conta com oito leitos, mas que, segundo a Prefeitura, podem ser ampliados sempre que necessário.

Somente nesta sexta-feira, Paulínia aceitou regredir à fase 1 (vermelha) do Plano São Paulo, com quatro dias de atraso em relação às demais cidades do Departamento Regional de Saúde VII e ainda com uma lista de comércios e serviços essências que inclui algumas atividades da etapa seguinte (a laranja) – escritórios, imobiliárias, concessionárias e revendas de veículos -, e outros ainda nem previstos no programa de retomada regional e gradual da economia do governo estadual, como os pesqueiros.

“O município de Paulínia integra a região de Campinas que, atualmente, se encontra na fase 1- vermelha do Plano SP e permite apenas a abertura de serviços essenciais”, já avisou a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico. “O governo do estado esclarece que dialoga para que as prefeituras sigam o decreto estadual do Plano para resguardar a vida da população e a retomada consciente da economia. Os municípios que desrespeitarem o protocolo de reabertura gradual da economia do estado estarão sujeitos a ações propostas pelo Ministério Público.”

A Prefeitura de Paulínia informou sexta-feira que comprou equipamentos para realização de exames por swab (secreção nasal e bucal) para detecção da Covid-19 no hospital municipal. Atualmente, eles são realizados no Hospital de Clínicas (HC), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Os equipamentos são um robô pipetador de material genético e uma leitora de impurezas nas amostras extraídas de pacientes.

A Prefeitura não informou quanto investiu do dinheiro público nesses aparelhos, quando começa a fazer exames de swab na cidade e qual será sua capacidade de análise. Segundo a Prefeitura, desde o início de junho, a Secretaria Municipal de Saúde realiza testes rápidos para a Covid-19 nas Unidades Básicas de Saúde e no hospital municipal. Dos 20 mil comprados, até o dia 6 passado, 8,7 mil foram aplicados. Desse total, 1.334 tiveram seus resultados revelados no boletim epidemiológico diário: 906 positivos e 428 negativos.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.