Ir para conteúdo

[Obras]
Programa de manutenção de prédios públicos tem início em três escolas

Recuperação de 92 imóveis das redes municipais de Educação e Saúde deve ocorrer dentro de 12 meses pelo valor de R$ 20,2 milhões

2 jul 2020 – 21h01
Reformas em 60 prédios da Educação deverão consumir cerca de R$ 10 milhões (Foto: Divulgação)

Oprograma de manutenção dos prédios públicos da Prefeitura de Paulínia teve início nesta quarta-feira, dia 1º de julho, em três escolas municipais. No total, o município prevê investir cerca de R$ 20,2 milhões do dinheiro dos contribuintes em obras de melhorias em imóveis das redes municipais de ensino (R$ 10 milhões) e de saúde (R$ 10,2 milhões).

Na educação, segundo a Prefeitura, as reformas começaram na Escola Municipal de Ensino Supletivo, Fundamental e Médio  (Emesfm) “Vitor Szczepanski e Souza Silva”, na região central; na Escola Municipal “Professora Elvira Cássia de Oliveira”, no bairro São José II; e na Creche Francisca Rubino Lozano de Araújo, no Jardim Flamboyant (Nosso Teto).

Cada unidade irá receber melhorias conforme o planejamento realizado entre as secretarias municipais de Obras e Serviços Públicos e Educação. Para realização do projeto, o diretor de cada unidade apresentou os pontos que precisam de melhorias em sua respectiva escola, como hidráulica, pintura, iluminação, elétrica, alvenaria, entre outros.

A previsão de conclusão dos trabalhos na Educação, que serão realizados pela empresa R&K Construções, Reformas e Arquiteturas, é de 12 meses. A Prefeitura garantiu que irá atender todos os prédios da Educação (60) e da Saúde (32), totalizando 92 próprios públicos.

Na terça-feira (30), teve início a manutenção da Unidade Básica de Saúde (UBS) São José. A próxima será a Centro I. Em 12 meses, todos os 32 prédios serão atendidos conforme suas respectivas demandas. Na Sáude, a empresa responsável pelas obras é Engedrart Projetos e Obras Eireli.

Invasões

Além dos degastes pelo tempo e uso, os prédios públicos também são alvos de invasões e vandalismos. Entre janeiro e junho, 26 próprios públicos sofreram atos de vandalismo ou furto, de acordo com a própria Prefeitura.

Na noite de quarta-feira, houve a tentativa de invasão da Escola Municipal “Professora Maria Elisa Brega, no bairro Monte Alegre 5. O invasor retirou as maçanetas da porta, porém não furtou nenhum objeto, desistindo do ato criminoso, segundo a Prefeitura.

Nesta quinta-feira (2), o abrigo do Fontanário Municipal, que passou recentemente por manutenção, teve sua porta arrombada. “Desde dezembro o trabalho de segurança predial foi reforçado pela Secretaria Municipal de Segurança Pública e entre janeiro e junho, somente 26 próprios públicos sofreram atos de vandalismo ou furto”, informou a Prefeitura.

A Prefeitura pede para a população ligar para os telefones 153, (19) 3874-3646, da Guarda Municipal; e 190, da Polícia Militar; sempre que notar movimentação suspeita em prédios públicos.

Arquibancadas

A Prefeitura de Paulínia começou a construção de uma arquibancada, com espaço exclusivo para pessoas com deficiência, na quadra de esportes da Praça da Bíblia, no Jardim Primavera. A iluminação do espaço também será trocada.

De acordo com a Prefeitura, a praça recebeu correção no calçamento e remoção de árvores invasores. “Houve o plantio de novas mudas, a pintura de guias e sarjetas, a troca da iluminação e a poda corretiva de árvores”, relatou a Prefeitura, que não informou o valor do dinheiro dos contribuintes aplicado no local.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.