Ir para conteúdo

[Evolução]
Paulínia tem mais 42 infectados pelo novo coronavírus e total chega a 772

Número de internados em razão da Covid-19 no hospital municipal sobe de 20 para 22; ocupação de leitos da Unidade de Terapia Intensiva está em 87%

1º jul 2020 – 13h01
Prefeitura informou que retestou servidores públicos de Paulínia no mês de junho (Foto: Divulgação)

Oboletim epidemiológico diário da Prefeitura adicionou nesta quarta-feira, dia 1º, 42 infectados pela Covid-19 às estatísticas de Paulínia. Desde o início da pandemia, o município totaliza 772 moradores testados positivos para o novo coronavírus e 12 mortes. Mas para o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado da Saúde, a doença já contaminou 927 pessoas na cidade, 50 registrados apenas de segunda para terça-feira (30). Os curados aumentaram de 435 para 457 (+22) nas últimas 24 horas.

Os números oficiais da pandemia no estado e no Brasil estão, até o início da tarde desta quarta-feira, 115 pacientes à frente do boletim epidemiológico da Prefeitura por causa da demora de o governo local ser comunicado pelo estado dos casos de moradores de Paulínia com a Covid-19 atendidos em hospitais de outros municípios. Eles são incluídos com atraso às estatísticas da cidade assim que notificados à Secretaria Municipal de Saúde.

Nas últimas 24 horas, as internações em razão da Covid-19 voltaram a aumentar no hospital municipal: de 20 para 22. A taxa de ocupação de leitos de UTI subiu de 76% (6) para 87% (7) – são 14 instalados, mas oito que podem receber doentes de quaisquer complicações devido ao número reduzido de funcionários, conforme servidores que atuam na linha de frente ao combate à pandemia e conselheiros da saúde.

Os pacientes positivos e negativos para o novo coronavírus do hospital municipal estavam:

  • sete na UTI – 87% – apesar de ter recebido 10 respiradores no último dia 15 do governo do estado, o município não anunciou o aumento de leitos de UTI na rede; já o processo seletivo do final de abril feito pela Prefeitura e que permitiria a contratação de funcionários para o uso imediato dos 14 leitos de UTI instalados no hospital municipal foi cancelado pelo governo municipal;
  • três na Unidade Respiratória, que possui sete leitos;
  • 10 na Enfermaria Respiratória, que conta com oito leitos, mas que, segundo a Prefeitura, podem ser ampliados sempre que necessário;
  • um na Clínica Médica; e
  • um na Pediatria.

A Prefeitura de Paulínia informou nesta quarta-feira que realizou em junho a retestagem dos funcionários públicos que tiveram o IgM positivo para a Covid-19. Até o dia 17 passado, de acordo com dados divulgados pela Secretaria Municipal de Recursos Humanos, 203 servidores, a grande maioria da linha de frente do combate à pandemia, foram infectados pelo novo coronavírus.

A Secretaria Municipal de Recursos Humanos informou que 14% dos servidores que trabalham no Paço Municipal “Palácio Cidade Feliz” testaram positivos para a doença. Além deles, também foram testados guardas municipais e funcionários do hospital municipal de Paulínia. Segundo a Prefeitura, 14% dos guardas municipais e 13% dos funcionários do hospital que fizeram o teste tiveram resultado positivo.

Testes realizados:

– Guarda Municipal – 223

  • Total de positivos – 33

– Hospital municipal – 648

  • Total de positivos – 94

– Paço Municipal “Palácio Cidade Feliz” – 521

  • Total de positivos – 73

– Defesa Civil – 40

  • Total de positivos – 3

Conforme a Prefeitura, a medida faz parte do “inquérito sorológico”, que busca saber em quais regiões e com qual intensidade o vírus circula no município. “Os novos testes foram feitos seguindo os protocolos do Ministério da Saúde e aconteceram entre os dias 22 e 25. Entre os munícipes, a retestagem também é realizada quando necessária”, garantiu a Prefeitura.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.