Ir para conteúdo

[Paulínia]
Crianças, grávidas e puérperas estão abaixo da meta de vacinação contra gripe

Entre 39,5% e 53,6% dos públicos-alvo desses grupos prioritários, incluindo adultos de 55 a 59 anos, devem tomar a dose até o dia 29 de julho

29 jun 2020 – 19h55
Até a última quinta-feira, 29.029 pessoas tinham sido vacinadas contra a gripe (Foto: Divulgação)

Avacinação contra gripe está abaixo da meta entre os grupos prioritários formados por grávidas, mulheres que acabaram de dar à luz (puérperas), adultos de 55 a 59 anos e crianças menores de 6 anos, em Paulínia. A campanha nacional foi prorrogada até o próximo dia 24 de julho pelo Ministério da Saúde e a dose pode ser tomada nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade, exceto na João Aranha.

Até a última quinta-feira, 29.029 pessoas tinham sido vacinadas contra a gripe, em Paulínia, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (29) pela Secretaria Municipal de Saúde. Dos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde, a meta foi atingida acima de 100% entre os idosos (10.021 imunizados), pessoas com doenças crônicas e condições clínicas especiais (6.675) e trabalhadores da saúde (2.574).

Faltam ainda se imunizar em Paulínia 2.807 crianças menores de 6 anos, o equivalente a 39,5% desse público-alvo; 469 gestantes (43,1%); 75 puérperas (41,9%); e 1.665 adultos de 55 a 59 anos (53,6%). Essas pessoas devem ir a UBS mais perto de casa para tomar a dose contra a gripe. Usuários da Unidade Básica João Aranha podem procurar as do São José ou Jardim Amélia.

Neste ano, o Ministério da Saúde determinou a vacinação dos seguintes grupos prioritários:

  • crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias (pais ou responsáveis devem levar a Carteira de Vacinação);
  • adultos acima de 55 anos;
  • puérperas e gestantes;
  • pessoas com deficiência;
  • profissionais das áreas da Saúde, Segurança (Pública e Privada), Salvamento, Limpeza Urbana e dos Correios (devem apresentar comprovante de profissão);
  • pessoas com doenças crônicas e situações clínicas especiais, independentemente da idade, (levar receita médica dos últimos seis meses ou declaração médica);
  • caminhoneiros, motoristas e cobradores de ônibus;
  • professores; e
  • funcionários dos cemitérios.

A campanha de vacinação contra a gripe é do Ministério da Saúde e realizada pelas secretarias de Estado da Saúde e Municipal de Saúde. Mais informações podem ser obtidas por meio dos telefones 156 ou 3874 5652, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.