Anúncios
Ir para conteúdo

[Paulínia]
Crianças, grávidas e puérperas estão abaixo da meta de vacinação contra gripe

Entre 39,5% e 53,6% dos públicos-alvo desses grupos prioritários, incluindo adultos de 55 a 59 anos, devem tomar a dose até o dia 29 de julho

29 jun 2020 – 19h55
Até a última quinta-feira, 29.029 pessoas tinham sido vacinadas contra a gripe (Foto: Divulgação)

Avacinação contra gripe está abaixo da meta entre os grupos prioritários formados por grávidas, mulheres que acabaram de dar à luz (puérperas), adultos de 55 a 59 anos e crianças menores de 6 anos, em Paulínia. A campanha nacional foi prorrogada até o próximo dia 24 de julho pelo Ministério da Saúde e a dose pode ser tomada nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade, exceto na João Aranha.

Até a última quinta-feira, 29.029 pessoas tinham sido vacinadas contra a gripe, em Paulínia, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (29) pela Secretaria Municipal de Saúde. Dos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde, a meta foi atingida acima de 100% entre os idosos (10.021 imunizados), pessoas com doenças crônicas e condições clínicas especiais (6.675) e trabalhadores da saúde (2.574).

Faltam ainda se imunizar em Paulínia 2.807 crianças menores de 6 anos, o equivalente a 39,5% desse público-alvo; 469 gestantes (43,1%); 75 puérperas (41,9%); e 1.665 adultos de 55 a 59 anos (53,6%). Essas pessoas devem ir a UBS mais perto de casa para tomar a dose contra a gripe. Usuários da Unidade Básica João Aranha podem procurar as do São José ou Jardim Amélia.

Neste ano, o Ministério da Saúde determinou a vacinação dos seguintes grupos prioritários:

  • crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias (pais ou responsáveis devem levar a Carteira de Vacinação);
  • adultos acima de 55 anos;
  • puérperas e gestantes;
  • pessoas com deficiência;
  • profissionais das áreas da Saúde, Segurança (Pública e Privada), Salvamento, Limpeza Urbana e dos Correios (devem apresentar comprovante de profissão);
  • pessoas com doenças crônicas e situações clínicas especiais, independentemente da idade, (levar receita médica dos últimos seis meses ou declaração médica);
  • caminhoneiros, motoristas e cobradores de ônibus;
  • professores; e
  • funcionários dos cemitérios.

A campanha de vacinação contra a gripe é do Ministério da Saúde e realizada pelas secretarias de Estado da Saúde e Municipal de Saúde. Mais informações podem ser obtidas por meio dos telefones 156 ou 3874 5652, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Anúncios

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.