Ir para conteúdo

[Paulínia]
Comitê confirma a sétima morte e 412 infectados pelo novo coronavírus

Trata-se de uma mulher de 84 anos, sem comorbidades, que morreu no hospital municipal; número de internações na cidade sobe para 29

21 jun 2020 – 13h27
Ocupação de leitos de UTI para tratamento da Covid-19 segue alta em Paulínia (Foto: Divulgação)

OComitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus confirmou neste domingo (21) a sétima morte pela Covid-19, em Paulínia, desde o início da pandemia. O boletim epidemiológico diário da Prefeitura trouxe ainda mais 14 moradores infectados pela doença (elevando o total para 412 contaminados na cidade) e outra internação em decorrência do novo coronavírus no Hospital Municipal “Vereador Antônio Orlando Navarro” – agora, são 29.

De acordo com a Prefeitura, a sétima vítima fatal da Covid-19 em Paulínia se trata de uma mulher de 84 anos, que não apresentava doenças anteriores. A paciente deu entrada no hospital municipal no último dia 10, na Enfermaria Respiratória, e evoluiu para óbito neste sábado (20). “A Administração municipal se solidariza com todos os familiares e amigos”, ressaltou a nota emitida pelo governo local.

A Secretaria Municipal de Saúde não informou se outras pessoas da família da mulher morta pelo novo coronavírus no hospital municipal de Paulínia foram testadas para doença nem se estão em quarentena. Voltou a reafirmar que é essencial seguir as orientações do Comitê de Prevenção e Enfrentamento do Coronavírus e a reforçar a necessidade do isolamento domiciliar: “Saindo somente para necessidades extremas, nunca deixando de usar máscara e higienizando as mãos sempre que possível”.

Com este sétimo óbito confirmado pela Prefeitura, o número de moradores da cidade que morreram pela doença subiu para oito. Na sexta-feira (19), o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado de Saúde divulgaram o falecimento pela Covid-19 de um residente de Paulínia atendido em hospital da região. O governo municipal ainda não deu detalhes nem incluiu esse óbito em seu boletim diário, assim como outros 125 casos confirmados nas estatísticas oficiais do Brasil. Para o Ministério da Saúde e o governo do estado, Paulínia tinha até sábado 537 moradores testados positivos para o novo coronavírus.

Os números do boletim diário da Prefeitura estão atrás das estatísticas do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde, conforme o governo municipal, por causa da demora de ser notificado pelo estado de casos de moradores da cidade atendidos em outros municípios; e da eventual duplicidade de notificações de atendidos em outras cidades e também na rede municipal de Paulínia. A Secretaria de Estado da Saúde informou que confere todas notificações e realiza as atualizações necessárias.

A quantidade de internações em decorrência do novo coronavírus voltou a aumentar nas últimas 24 horas no hospital municipal de Paulínia. Conforme o boletim da Prefeitura, de 28 para 29. Dos pacientes suspeitos e positivos para Covid-19:

  • sete estão na UTI, ocupação de 88%. Segundo a Prefeitura, o hospital tem 14 vagas instaladas de terapia intensiva: 10 reservadas a pacientes da Covid-19 e quatro para outras complicações. Mas, segundo funcionários da linha de frente do combate à pandemia, a atual capacidade máxima de atendimento da UTI está limitada a oito leitos para todas as complicações devido à falta de equipes técnicas.
  • nove seguem na Unidade Respiratória, que possui sete leitos, portanto dois a mais que a lotação máxima;
  • 11 são atendidos na Enfermaria Respiratória, que conta com oito leitos, mas que, segundo a Prefeitura, podem ser ampliados sempre que necessário; e
  • dois na Pediatria.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.