Ir para conteúdo

[Paulínia]
Taxa de isolamento social atinge menor nível desde o início da quarentena

Adesão dos paulinenses chegou a 40% nesta quinta-feira, dia que dobrou o número de casos de moradores testados positivos para a Covid-19

19 jun 2020 – 17h22
Avenida José Paulínia no dia da reabertura do comércio na primeira etapa de flexibilização (Foto: Reprodução de vídeo)

Ataxa de isolamento social em Paulínia bateu recorde negativo no dia que a cidade dobrou o número de casos de moradores testados positivos para a Covid-19, doença respiratória causada pela pandemia do novo coronavírus. Na quinta-feira (18), o índice não passou de 40%, longe do satisfatório de 55% e do ideal de 70% para conter a velocidade da disseminação do vírus e evitar o colapso no sistema de saúde.

Desde quando teve início a quarentena em todo o estado de São Paulo, no último dia 24 de março, essa foi a pior taxa de isolamento social em Paulínia já calculada pelo Sistema de Informações e Monitoramento Inteligente do governo do estado de São Paulo (SIMI-SP). A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.

O abandono do isolamento social em Paulínia cresce à medida que avança o relaxamento da quarentena cidade, por meio de decretos do prefeito Du Cazellato (PL), e no momento que aumenta o número de moradores infectados. Pelos dados do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, em 10 dias – do dia 8 passado para quinta-feira (dia do menor índice de isolamento social), o total de moradores testados positivos para o novo coronavírus mais que dobrou no município: saltou de 180 para 374 (+194, ou 108%).

Atualmente, o índice de isolamento social em Paulínia está mais próximo de atingir níveis anteriores à quarentena (está nove pontos percentuais acima dos 31%, do dia 12 de março) que alcançar os considerados pela Secretaria de Estado da Saúde satisfatório (55%, 15 pontos percentuais a mais do verificado na quinta-feira) e ideal (70%, 30 pontos percentuais distantes dos atuais 40%).

Em função da baixa adesão à quarentena, a Prefeitura de Paulínia informou que “as medidas de fiscalização foram intensificadas, a Guarda Municipal estará em alguns pontos estratégicos da cidade para evitar aglomerações e casos os dados continuem adversos medidas mais rígidas poderão ser tomadas.”

Nesta sexta-feira (19), Paulínia tinha 388 moradores contaminados e 27 internados em decorrência da Covid-19 no Hospital Municipal “Vereador Antônio Orlando Navarro”, de acordo com o boletim epidemiológico da Prefeitura. A ocupação de leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) que são reservados para tratamento de pacientes positivos ou suspeitos do novo coronavírus era de 80%.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.