Ir para conteúdo

[Paulínia]
Decreto libera celebrações em igrejas, reabertura de shopping e a volta de servidores

Novo afrouxamento da quarentena ocorre no dia que a cidade anunciou a sexta morte pela Covid-19 e passou de 400 casos confirmados da doença

17 jun 2020 – 20h29
Shopping voltará a abrir com horário reduzido, mas sem cinema e praça de alimentação (Foto: Divulgação)

Oprefeito Du Cazellato (PL) publicou nesta quarta-feira (17) decreto liberando a partir de sábado (20) as celebrações com público presente em igrejas da cidade, a reabertura do Paulínia Shopping e colocando fim ao sistema de rodízio e de trabalho em casa dos servidores municipais. O novo relaxamento da quarentena veio no mesmo dia que o município registrou a sexta morte em decorrência da Covid-19 e passou da marca de 400 moradores infectados, conforme dados do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde. Além disso, até as 9h30 desta manhã, 27 pacientes estavam internados em razão da doença no Hospital Municipal “Vereador Antônio Orlando Navarro”.

O decreto do prefeito foi publicado na edição extra desta quarta-feira do Semanário Oficial do Município. A liberação dos cultos, missas e celebrações com público presente em igrejas e templos já havia sido anunciada na segunda-feira por Du Cazellato, em vídeo gravado ao lado de pastores em seu gabinete. As novidades foram as inclusões do fim do sistema de rodízio e do trabalho em casa de servidores e da reabertura do Paulínia Shopping, que poderá funcionar de segunda-feira à sábado, das 16h às 20h. “Ficando vedada a realização de atividades e eventos culturais e de lazer (como o cinema), além da vedação do funcionamento da praça de alimentação”.

Volta anunciada (Foto: Reprodução)

Conforme o decreto, a liberação a partir do próximo sábado (20) das atividades religiosas em templos e igrejas deverão ser realizadas com 30% da capacidade total de atendimento e horário de funcionamento reduzido, limitado a quatro horas seguidas diárias. Estão proibidas a participação de crianças de até 12 anos de idade e de pessoas com mais de 60, pessoas com doenças crônicas ou condições de risco; e a realização de atividades festivas, culturais e educativas presenciais.

O decreto também veda, em qualquer das atividades autorizadas, a aglomeração e fluxo intenso de pessoas, bem como a realização de eventos e/ou campanhas publicitárias na frente do estabelecimento que impliquem na aglomeração de pessoas. Comércios, serviços e o Paulínia Shopping não poderão funcionar aos domingos e feriados. Está mantida a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial e todos os estabelecimentos autorizados a funcionar deverão obedecer ao protocolo de higiene, distanciamento, restrições e aderir às condutas gerais de funcionamento.

O decreto também revogou o artigo sexto do Decreto Municipal nº 7.773, de 19 de março, com o respectivo cancelamento do sistema de teletrabalho e rodízio de servidores de todos os órgãos municipais, a partir da próxima segunda-feira (22); e ainda regulamentou o horário de funcionando aos sábados de comércios e serviços que já estavam autorizados a trabalhar durante a semana, das 12h às 16h. Aos sábados, conforme a nova decisão, essas atividades poderão abrir das 10h às 14h.

Justiça

O governo do estado informou que desde o início da quarentena recomenda a suspensão de cerimônias, missas ou cultos, e não o fechamento de templos e igrejas. “A recomendação é para que as cerimônias sejam realizadas pela internet. Esses locais também podem continuar a receber fiéis para orações e orientação religiosa em formato individual, seguindo regras sanitárias e de distanciamento social para mitigar a circulação do vírus”, ressaltou.

“Os decretos e ações dos municípios precisam observar a classificação dada pelo Plano São Paulo, que foi baseada no panorama de evolução da doença e na capacidade de atendimento da saúde pública nas suas regiões”, destacou o governo em nota. “As prefeituras devem respeitar a determinação estadual, sob pena de serem barradas pela Justiça, inclusive por iniciativa do Ministério Público.”

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.