Ir para conteúdo

[Covid-19]
Paulínia adiciona mais 40 infectados de uma só vez e total é de 220

Número de moradores curados do novo coronavírus cresceu de 96 para 107, segundo Comitê de Enfrentamento e Prevenção a doença

9 jun 2020 – 14h45
Até agora 345 notificações do novo coronavírus foram descartadas em Paulínia (Foto: Divulgação)

Paulínia bateu recorde de casos da Covid-19 registrados em um só dia. Em 24 horas, adicionou mais 40 infectados pelo novo coronavírus às estatísticas do boletim epidemiológico diário, divulgado nesta terça-feira (9). Com isso, o município passa a ter 220 moradores testados positivos para a doença. O total de curados subiu de 96 para 107 (+11).

Até então, o maior registro de novos casos da Covid-19 em apenas 24 horas em Paulínia havia ocorrido na passagem do dia 28 para o dia 29 de maio. Na ocasião, foram adicionados mais 28 moradores contaminados ao boletim epidemiológico do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus. A cidade segue com quatro mortes confirmadas e uma quinta em apuração.

A Prefeitura de Paulínia informou, via Secretaria Municipal de Saúde, que o aumento do número de casos na cidade está relacionado ao Programa de Testagem em Massa para Covid-19, iniciado no dia 4 deste mês, que possibilita aos moradores com febre ou problemas respiratórios a realização do teste nas Unidades Básicas de Saúde, além dos exames que estão sendo feitos com servidores municipais que trabalham no Paço Municipal, na Câmara Municipal, e nos departamentos que estão na linha de frente de combate ao coronavírus.

Dos novos 40 casos, 31 foram confirmados por testes rápidos e nove, por exames de swab (de secreção nasal e bucal). Segundo o Departamento de Vigilância em Saúde, desde que a Prefeitura comprou 20 mil testes rápidos, 2.138 foram usados na população e em servidores até o dia 1º de junho. Desse total, 243 tiveram resultados adicionados ao boletim desta terça-feira: 138 positivos e 105 descartados. Portanto, 1.895 seguem fora das estatísticas oficiais da Prefeitura e são desconhecidos da população, que tem retomado as atividades pouco a pouco.

No primeiro dia da segunda fase de reabertura da economia local, autorizada pelo prefeito Du Cazellato (PL), com o aval do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, que tem à frente o secretário municipal de Saúde, Fábio Luiz Alves, a taxa de isolamento social na cidade foi de 44% – o segundo pior índice desde o início da quarentena. O nível satisfatório é de 55% e o ideal, 65%, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde.

Excluídos do total de infectados (220), os curados (107) e mortos (4), Paulínia tinha, até as 9h30 desta terça-feira, 109 moradores com a doença ativa – 29 a mais que segunda. Destes, dois seguiam internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal “Vereador Antônio Orlando Navarro” e os demais em isolamento domiciliar. No hospital havia ainda outros sete suspeitos: seis na Enfermaria Respiratória e um na UTI. Na soma, a ocupação de leitos reservados a Covid-19 caiu de 11 para nove em 24 horas.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.