Ir para conteúdo

[Flexibilização]
Paulínia inicia nova etapa da reabertura do comércio nesta segunda-feira

Decreto permite funcionamento de escritórios em geral, imobiliárias, comércios e serviços em período e com capacidade de atendimento reduzidos

6 jun 2020 – 20h23
Avenida José Paulino, trecho da região central, que concentra comércios e serviços (Foto: Divulgação)

APrefeitura de Paulínia vai dar início à nova etapa de reabertura do comércio da cidade a partir desta segunda-feira (8). O decreto de afrouxando da quarentena foi publicado neste sábado (6), em edição extra do Semanário Oficial do Município, e divulgado à noite. Igrejas, shopping e academias ficaram de fora dessa flexibilização.

Pelo decreto do prefeito Du Cazellato (PL), a partir desta segunda-feira, poderão funcionar escritórios em geral, imobiliárias, comércios (incluindo lojas de roupas, calçados e perfumarias) e serviços (como consultorias, arquiteturas, publicidade) no período das 12h às 16h, conforme consta na segunda fase do “Plano São Paulo”, do governo estadual, onde o município de Paulínia se enquadra na faixa laranja.

As atividades citadas acima não deverão atender mais de 20% de sua capacidade total. Podem também seguir abrindo em Paulínia aquelas permitidas pelo Decreto Municipal nº 7.814, de 26 de maio 2020, como barbearias, cabeleireiros e pesqueiros. Igrejas e templos seguem proibidos de realizar cultos, celebrações, missas e reuniões. Academias esportivas e de ginástica, cinema, teatro e o Paulínia Shopping devem seguir fechados.

O funcionamento das atividades citadas está condicionado à obtenção da “Declaração de Estabelecimento Responsável” por meio da qual o responsável legal pelo estabelecimento atestará sua responsabilidade social no controle da pandemia e adoção das medidas de prevenção e proteção de seus trabalhadores e clientes.

A Declaração de Estabelecimento Responsável será emitida a partir de segunda-feira via site da Prefeitura Municipal de Paulínia (www.paulinia.sp.gov.br), com as orientações e esclarecimentos das autoridades sanitárias. O documento deverá ser impresso e afixado em local público e os responsáveis terão cinco dias para providenciarem a “Declaração de Estabelecimento Responsável”.

A liberação das demais atividades ocorrerá em outra etapa da flexibilização. O uso de máscaras segue obrigatório em toda cidade e aglomerações, como festas de aniversário, casamentos, shows, eventos esportivos, continuam proibidas, informou a Prefeitura de Paulínia.

Paço

O horário de expediente do Paço Municipal de atendimento ao público também voltará a ser dar das 8h às 17h a partir desta segunda-feira. A entrada será pela portaria de funcionários. “A porta em frente ao Theatro Municipal (“Paulo Gracindo”) seguirá fechada”, esclareceu a Prefeitura.

Conforme o governo municipal, todas as medidas serão constantemente analisadas pelo Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, com possibilidade de reversão em caso de dados adversos.

Cenário

Paulínia registra até as 9h30 deste sábado, 178 casos positivos da Covid-19, três mortes confirmadas pela doença – duas anunciadas nesta semana –, e investiga um quarto óbito pela Covid-19. Há ainda 319 moradores aguardando resultados de exames para confirmar ou descartar contaminação pelo novo coronavírus.

O Decreto 7821 de 6 de junho de 2020 está publicado na íntegra na edição extra do Semanário Oficial 1501 de mesma data.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.