Ir para conteúdo

[Balanço]
RMC tem mais três mortes e soma 2.472 casos confirmados da Covid-19

Novos óbitos foram registrados em Campinas, Americana e Sumaré; 12 cidades do bloco regional totalizam 117 falecimentos pela doença

25 mai 2020 – 20h37
Taxa de ocupação dos leitos de UTI reservados para a Covid-19 é de 73,8% no estado (Foto: Divulgação)

ARegião Metropolitana de Campinas (RMC) registrou nesta segunda-feira (25) mais três mortes pela Covid-19, doença respiratória provocada pela pandemia do novo coronavírus. O total de moradores contaminados nas 20 cidades do bloco regional chegou a 2.472 – 55 a mais que domingo (24). Os pacientes curados passaram de 1.739 para 1.763 (+24).

O anúncio da 54ª morte de Campinas foi feita pelo prefeito Jonas Donizette (PSB) nesta segunda-feira. A mais nova vítima do coronavírus na cidade se trata de uma mulher de 86 anos, que tinha comorbidades. Conforme o prefeito, morreu no último dia 23. O município antecipou dois feriados municipais para esta terça e quarta-feira, dias 26 e 27, para tentar aumentar o isolamento social e segurar a velocidade de transmissão da doença.

Sumaré registrou a 6ª morte pelo novo coronavírus na tarde desta segunda-feira. A vítima fatal da doença é um homem de 58 anos. De acordo com a Prefeitura, estava internado no Hospital Estadual de Sumaré e não possuía doenças anteriores. O óbito aconteceu no último sábado (23). A cidade também investiga outro falecimento que pode ter sido pela Covid-19.

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba divulgou nesta segunda-feira mais uma morte decorrente da infecção pelo novo coronavírus, subindo para 21 o total de óbitos no município. Trata-se de um homem de 62 anos, hipertenso, que estava internado no Hospital Municipal “Augusto de Oliveira Camargo” desde 8 de maio. O paciente morreu no domingo passado.

O prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar (MDB), declarou Luto Oficial no município por causa das mortes decorrentes da Covid-19. O Decreto nº 13.981, publicado em edição extraordinária da Imprensa Oficial do Município nesta segunda-feira, determina luto oficial enquanto perdurar o estado de emergência, conforme Decreto nº 13.931, de 20 de março de 2020, “em manifestação de profundo pesar pelas vítimas do novo coronavírus”.

Além das mortes, a RMC verificou novos casos de pacientes confirmados com a Covid-19 em cidades como Paulínia (+1), Campinas (+10), Indaiatuba (+9), Monte Mor (+5), Sumaré (+8), Nova Odessa (+5) e Americana (+13, sendo seis de idosos que vivem na casa de repouso Flor de Liz, onde duas pessoas morreram no sábado passado em razão do novo coronavírus).

O estado de São Paulo registra nesta segunda-feira 6.220 mortes pela Covid-19, conforme números do governo estadual. Também são 83.625 casos da Covid-19, verificados em 510 municípios. Destes, 237 tiveram uma ou mais vítimas fatais da doença.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, nesta segunda-feira havia 11,1 mil pacientes internados, sendo 4.283 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 6.867 em enfermaria. Até este balanço ocorreram 16.814 altas de pacientes que tiveram confirmação da Covid-19 e foram assistidos em hospitais de São Paulo. A taxa de ocupação dos leitos de UTI reservados para atendimento a Covid-19 é de 73,8% no estado e 88,1% na Grande São Paulo.

Entre as vítimas fatais estão 3.649 homens e 2.571 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 72,8% das mortes. Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (58,6% dos óbitos), diabetes mellitus (43,3%), doença neurológica (11,3%), doença renal (10,4%) e pneumopatia (9,7%).

O Brasil registrou 807 novas mortes pela Covid-19, chegando ao total de 23.473, nesta segunda-feira. O resultado representou um aumento de 3,5% em relação a domingo, quando foram contabilizados 22.666 falecimentos em decorrência do novo coronavírus. Os números foram divulgados no balanço do Ministério da Saúde desta noite.

Foram incluídas nas estatísticas 11.687 novas pessoas infectadas pelo vírus, somando 374.898. O resultado marcou um acréscimo de 1% em relação a domingo, quando o número de pessoas infectadas estava em 363.211. Do total de casos confirmados, 197.592 (52,7%) estão em acompanhamento e 153.833 (41%) foram recuperados. Há ainda 3.742 óbitos sendo analisados.

A letalidade (número de mortes por casos confirmados) foi de 6,3%. A taxa de mortalidade ficou 11.2 por 100 mil habitantes. Em relação a uma semana atrás, o aumento de pacientes recuperados foi de 53% e o de mortes em investigação, 64%. Também em comparação com a semana anterior, o crescimento do número de mortes pela Covid-19 foi de 40%. No dia 18 de maio, o total era de 16.792. A quantidade de casos confirmados da doença aumentou 47,4%. Há sete dias, o balanço do Ministério da Saúde contabilizava 254.220 infectados.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.