Ir para conteúdo

[Hospitais]
Taxa de ocupação de leitos de UTI no estado de São Paulo passa de 75%

Na Grande São Paulo chegou a 91,8% neste domingo; Região Metropolitana de Campinas teve mais três mortes – a segunda em asilo de Americana

24 mai 2020 – 20h26
Estado chegou neste domingo a 6.163 mortes causadas pelo novo coronavírus (Agência Brasil)

Ataxa de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) reservados para atendimento a Covid-19 em todo o estado de São Paulo atingiu neste domingo (24) 75,7%, segundo balanço do governo estadual, que monitora de perto a situação nos hospitais por causa do avanço da pandemia da doença respiratória causada pelo novo coronavírus. Na Grande São Paulo, chegou a 91,8%.

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo, o estado tinha neste domingo 11,9 mil pacientes internados por suspeita ou confirmação de infecção pelo novo coronavírus, sendo 4.661 em UTIs e 7.321 em enfermaria. Em Paulínia, até as 9h30, eram cinco pacientes suspeitos e com o novo coronavírus internados no Hospital Municipal “Vereador Antônio Orlado Navarro”.

Com 118 óbitos registrados nas últimas 24 horas, o estado de São Paulo chegou neste domingo a 6.163 mortes provocadas pelo novo coronavírus. A maior parte dos óbitos foi registrada em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 72,9% do total de casos.

Fora desse grupo de idosos, há também alta mortalidade entre pessoas de 50 a 59 anos (892 do total), seguida pelas faixas de 40 a 49 anos (455 óbitos),  30 a 39 anos (242), 20 a 29 anos (53) e 10 a 19 anos (17). Houve ainda a morte de dez crianças com menos de dez anos. Do total de pacientes que morreram pelo novo coronavírus no estado, 4.981 tinham alguma comorbidade.

O total de casos confirmados chegou a 82.161 e foram registrados em 508 dos 645 municípios do estado, o que equivale a 78% do território estadual, comprovando que a doença tem se alastrado rapidamente pelo Interior. Destas cidades, 236 tiveram uma ou mais vítimas fatais da doença. O total de recuperados soma agora 16.494 pacientes.

A Região Metropolitana de Campinas (RMC) registrou nas últimas 24 horas mais 24 novos casos da Covid-19 (são 2.417), outros 10 pacientes recuperados (1.739) e novas três mortes, totalizando 114 óbitos pela doença em 12 das 20 cidades que compõem o bloco regional. Americana confirmou a segunda morte provocada pelo novo coronavírus em uma casa de repouso para idosos. O município desde o início da pandemia soma seis falecimentos.

A mulher de 71 anos morreu no sábado (23), às 18h20, na UTI de um hospital particular de Americana. Tinha demência e arritmia. É a segunda morte de moradores do mesmo asilo. Na madrugada havia falecido uma idosa de 69 anos, também na UTI de um hospital particular do município. Ela se tratava de câncer e era hipertensa. Outra moradora do asilo, de 83 anos, tem a Covid-19, e está no Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi”.

Indaiatuba confirmou mais duas mortes pela Covid-19, subindo para 20 o total de óbitos no município. Um óbito aconteceu neste domingo no hospital municipal da cidade – uma mulher de 71 anos, hipertensa e diabética. O segundo caso é a confirmação do exame positivo de um óbito do dia 17 de maio na Unidade de Pronto Atendimento do município – um homem de 88 anos, hipertenso e diabético.

O Ministério da Saúde divulgou neste domingo boletim atualizado sobre os números da pandemia do novo coronavírus no País. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil tem 363.211 casos confirmados da doença e 22.666 mortes foram registradas. Os casos recuperados somam 149.911. Nas últimas 24 horas, o ministério registrou 15.813 novos casos e 653 mortes.

Entre as unidades da federação com o maior número de casos, o estado de São Paulo figura em primeiro lugar, com 82.161 casos confirmados e 6.163 óbitos. O Rio de Janeiro aparece na segunda posição com 37.912 e 3.993 mortes. Em seguida estão Ceará (35.595 casos e 2.324 mortes) e Amazonas (29.867 casos e 1.758 mortes). De acordo com o Ministério da Saúde, 190 mil casos estão em acompanhamento e 3,5 mil óbitos em investigação.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.