Ir para conteúdo

[Quarentena]
Índice de adesão ao isolamento social se mantém em 46% em Paulínia

Entre os dias 1º e 30 de abril, casos do novo coronavírus subiram de 129 para 4,3 mil no Interior; em Paulínia, aumentaram de quatro para 21

7 mai 2020 – 16h30
Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, fala durante entrevista coletiva (Foto: Divulgação)

Oíndice de isolamento social em Paulínia se manteve em 46% nesta quarta-feira (6). A taxa de adesão à quarentena – prevista para durar até este dia 10 nos 645 municípios paulistas –, é medida pelo Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do governo de São Paulo. O govenador João Doria (PSDB) alertou que a abertura gradual de comércios e serviços não essenciais ocorrerá apenas em cidades com patamares a partir de 50%.

“Conseguimos verificar o crescimento da pandemia (da Covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus) em mais municípios do estado de São Paulo de forma mais aguda”, disse nesta quinta-feira (7) o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. “No início de maio, chegamos a 38 cidades (com a doença) a cada três dias. Se seguir por esse caminho, significa que todos os municípios terão contágio do vírus até o final de maio”.

O levantamento estatístico feito pela Secretaria de Desenvolvimento Regional mostra também que, apesar do número absoluto de infectados ainda se concentrar na Grande São Paulo, nos últimos dias a proporção de contágio é quatro vezes maior no Interior e no Litoral. De acordo com a análise, o vírus estava restrito à Região Metropolitana da Capital até meados de março, entretanto avançou desde então e agora atinge todas as regiões do estado.

Entre os dias 1º e 30 de abril, a Grande São Paulo passou de 2,7 mil para 24,3 mil casos, com crescimento de 770%. No mesmo período, no Interior, os casos subiram de 129 para 4,3 mil, o que representa aumento de 3.302%. Em Paulínia, nesse intervalo de tempo, o número de moradores infectados pela Covid-19 saltou de 4 para 21, uma alta de 502%. Mas, até as 15h30 desta quarta-feira (6), já havia subido para 35. Nesta quinta, São Paulo chega a 39.928 contaminados em todo o estado, com 3.206 mortes.

De acordo o governo estadual, a aceleração dos casos coincide com a queda nos índices de isolamento social nos municípios. O SIMI-SP indica que, nos últimos 15 dias, a taxa de isolamento caiu no Interior paulista, passando de 52% para 47% em média. “Conseguimos verificar esse grande impacto de aceleração no Interior do estado ao mesmo tempo em que as taxas de isolamento caíram. É um momento de atenção”, alertou Vinholi.

Progressão

O levantamento do governo estadual leva em conta a progressão da pandemia no território paulista nos últimos 50 dias e aponta que, no início de março, eram registrados casos de infecção pela Covid-19 em sete novas cidades a cada três dias. Em abril, a média avançou para 25 novos municípios no mesmo período. Atualmente, 38 novas cidades registram casos de infecção pelo coronavírus no intervalo de cada três dias.

No total, 371 dos 645 municípios de São Paulo já possuem registros de circulação do vírus. Com o isolamento social em queda, a tendência estatística seria de crescimento, conforme o estudo. Para Secretaria de Desenvolvimento Regional, os dados são alerta para que as 645 prefeituras do estado mantenham medidas de conscientização da população sobre a importância do distanciamento social.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.