Anúncios
Ir para conteúdo

[Auxílio calamidade]
Prefeito autoriza compra de cestas básicas no valor de R$ 2,1 milhões

Itens básicos de alimentação, higiene e produtos de limpeza serão doados a pessoas em situação de vulnerabilidade pela pandemia da Covid-19

30 abr 2020 – 14h25
Equipe retira doações de veículo durante campanha regional do final de semana (Foto: Divulgação)

Oprefeito de Paulínia, Du Cazellato (PL), autorizou a compra de 12 mil cestas básicas com produtos de higiene e limpeza no valor total de até R$ 2,1 milhões para doar a pessoas em situação de vulnerabilidade decorrente da pandemia do novo coronavírus, causador da doença Covid-19. O extrato de dispensa de licitação foi publicado no Semanário Oficial. O auxílio atenderá duas mil famílias pelo período de seis meses.

A compra emergencial será feita junto à empresa Sescamp Comércio de Alimentos Ltda, de Paulínia. O valor total é de R$ R$ 2.128.560,00. A doação mensalmente de alimentos básicos essenciais, produtos de higiene e material de limpeza durante o estado de calamidade pública foi autorizada pela Câmara de Vereadores por meio da aprovação da Lei Municipal nº 3765/2020, no último dia 3, nas primeiras sessões virtuais da história do Legislativo paulinense.

O que fazer

De acordo com o Decreto 7.800, que regulamenta a concessão do benefício eventual por calamidade pública, para ter direito ao auxílio é preciso comprovar residência em Paulínia ou estar cadastrado na rede de serviços socioassistenciais, no sistema de educação ou de saúde.

Além disso, a renda mensal per capita deve ser igual ou inferior a meio salário mínimo. Para obter a concessão do auxílio, é preciso realizar o Cadastro Digital, que será disponibilizado no site oficial da Prefeitura. Os interessados que não puderem realizar o requerimento por meio do Cadastro Digital poderão entrar em contato pelo telefone 156, durante o horário de expediente do Paço Municipal “Palácio Cidade Feliz”, que atualmente é das 12h às 17h.

A cesta básica é composta por alimentos não perecíveis e produtos de limpeza e higiene pessoal:

  • arroz;
  • feijão;
  • óleo;
  • sal;
  • açúcar;
  • café;
  • molho de tomate;
  • macarrão;
  • sardinha;
  • milho verde;
  • farinha de trigo;
  • farinha de mandioca;
  • biscoito salgado;
  • bolacha maisena;
  • bolacha recheada;
  • leite em pó;
  • suco em pó;
  • fubá;
  • chocolate em pó;
  • sabonetes;
  • creme dental;
  • papel higiênico;
  • detergente;
  • sabão em pedra azul;
  • água sanitária; e
  • desinfetante.

As cestas deverão ser entregues pela empresa à Prefeitura de Paulínia na até a primeira quinzena de maio. Em seguida a Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania iniciará a distribuição às pessoas em vulnerabilidade. O valor unitário da cesta é de R$ 177,38.

Arrecadação

No último final de semana, a Prefeitura de Paulínia e o Fundo Social de Solidariedade arrecadaram duas toneladas de donativos durante a realização de uma campanha regional. Dentre os produtos doados pela população, estão alimentos não perecíveis, materiais de limpeza, roupas e materiais de higiene e proteção pessoal.

“As doações foram encaminhadas para o Fundo, que ficará responsável pela distribuição às famílias que mais precisam de ajuda no momento”, explicou a secretária municipal de Assistência Social, Rita Coelho. “O resultado alcançado demostra o quanto as pessoas da nossa cidade são solidárias”, disse a presidente do Fundo Social de Paulínia, Fernanda Cazellato.

Fundo Social

Entre os dia 28 de março e 6 de abril, o Fundo Social de Solidariedade também fez uma campanha para arrecadar produtos de higiene, limpeza e alimentos não perecíveis para tentar diminuir os impactos da pandemia do novo coronavírus na população mais carente da cidade. As caixas da campanha foram espalhadas em diversos pontos de Paulínia, como em condomínios, farmácias, postos de gasolina e supermercados.

A ação de solidariedade contou ainda com o apoio do grupo de comerciantes do município “Quem Indica é 10”. A Prefeitura está fazendo o levantamento de quantas cestas básicas já doou a pessoas em vulnerabilidade desde o início da pandemia da Covid-19. “Informamos também que o Fundo Social de Solidariedade prestará contas de todas as donações recebidas”, esclareceu o governo municipal.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Anúncios

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.