Ir para conteúdo

[Boletim]
Total de pacientes infectados com a Covid-19 chega a 17 em Paulínia

Dois novos casos no município foram verificados nas últimas 24 horas pelo Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus

27 abr 2020 – 19h56
Há cerca de 8 mil pessoas internadas por suspeita ou confirmação de Covid-19 no estado (Foto: Divulgação)

Onúmero de pacientes infectados pelo novo coronavírus subiu de 15 para 17 nas últimas 24 horas em Paulínia. Além, desses dois novos casos, o boletim epidemiológico do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, com dados até as 15h30 desta segunda-feira (27), trouxe a informação de outro curado da Covid-19 no município: o 11º. Há uma morte pela doença na cidade e as seis que eram investigadas foram descartadas.

De acordo com o boletim diário, o 11º paciente que venceu a Covid-19 em Paulínia foi por meio do isolamento domiciliar, assim como outras seis pessoas na cidade. Quatro que se curaram precisaram de atendimento no Hospital Municipal “Vereador Antônio Orlando Navarro” e tiveram alta hospitalar. Três casos suspeitos seguem internados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), na Unidade Respiratória e na Enfermaria Respiratória.

De domingo para esta segunda-feira, 15 pacientes suspeitos do novo coronavírus surgiram em Paulínia (eram 42 e agora são 57). Os casos descartados cresceram de 118 para 128. O número de testes rápidos aplicados na cidade segue 17. Nesta segunda-feira, esses exames começaram a ser oferecidos nas 10 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município. O isolamento social na cidade atingiu 62% no domingo, oito pontos percentuais abaixo do preconizado pela Secretaria de Estado da Saúde (70%).

Cosmópolis registrou nesta segunda-feira o primeiro caso confirmado da Covid-19. Com isso, as 20 cidades que fazem parte da Região Metropolitana de Campinas (RMC) têm agora pelo menos um morador que já foi infectado pelo novo coronavírus. Campinas, a maior dentre todas do bloco regional, com 1,2 milhão de habitantes, possui 274 casos confirmados da doença.

A pandemia também fez 38 vítimas fatais em 12 dos 20 municípios da RMC, em mais da metade do bloco regional. Campinas registrou a 13ª nesta segunda-feira: um homem de 82 anos, com comorbidades, que morreu em 20 de abril; Monte Mor a primeira: um homem de 69 anos, que faleceu no último dia 25; e Hortolândia a sexta: uma mulher de 30 anos.

O estado de São Paulo registra nesta segunda-feira 1.825 mortes pelo novo coronavírus, 125 a mais desde domingo (26). Há também 21.696 casos confirmados da doença. A doença se dispersa para o Interior, Litoral e Grande São Paulo, que já respondem por 1 a cada três óbitos e casos da Covid-19. Esses locais somam 653 óbitos (35,7% do total) e 7.707 casos (35,5%).

Das 645 cidades de SP, 131 já têm registro de uma ou mais vítimas fatais da Covid-19. A doença também infectou pessoas em 288 cidades. Desde domingo, houve queda de um ponto percentual da concentração na cidade de São Paulo, que agora responde por 64% dos casos e mortes do estado, à medida que a doença se dispersa para outras localidades.

Nesta segunda-feira, há cerca de 8 mil pessoas internadas por suspeita ou confirmação de Covid-19, um aumento de mais de 500 pessoas nas últimas 24 horas. São 3.106 pacientes em leitos de UTI e 4.810 de enfermaria. Também houve crescimento de um ponto percentual na taxa de ocupação dos leitos de UTI para atendimentos a Covid-19. Nesta segunda, está em 59,8% no estado de São Paulo e 78,4% na Grande São Paulo.

O Brasil chegou a 66.501 casos confirmados do novo coronavírus, de acordo com atualização do Ministério da Saúde, divulgada nesta segunda-feira. Nas últimas 24 horas foram adicionadas às estatísticas mais 4.613 pessoas infectadas, aumento de 7,5% em relação a domingo (26), quando foram registrados 61.888 mil casos confirmados.

Foi o segundo maior número de casos de contaminação em um dia, perdendo apenas para o sábado (24), quando foram acrescidos 5.514 casos ao balanço. O total de pessoas recuperadas da Covid-19 é de 31.142, isso representa 47% dos pacientes. O montante de mortes subiu para 4.543, com 338 novos óbitos de domingo (26) para esta segunda-feira (27), um incremento de 8%. O número de novos óbitos em 24 horas ficou abaixo da quinta-feira (22), quando foram contabilizados 407. A taxa de letalidade ficou em 6,8%.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no Brasil, concentrando o maior número de mortes (1.825). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (677), Pernambuco (450), Ceará (284) e Amazonas (320).

Também foram registradas mortes no Maranhão (125), Pará (114), Paraná (75), Bahia (76), Minas Gerais (62), Paraíba (50), Espírito Santo (57), Santa Catarina (43), Rio Grande do Norte (45), Rio Grande do Sul (42), Alagoas (34), Distrito Federal (26), Goiás (26), Amapá (26), Piauí (20), Acre (14), Sergipe (10), Mato Grosso (10), Mato Grosso do Sul (9), Rondônia (10), Roraima (4) e Tocantins (2).

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.