Ir para conteúdo

[Paulínia]
Isolamento social cai para o pior patamar desde o início da quarentena

Cidade registrou índice de adesão de 47% nesta sexta-feira – 23 pontos percentuais abaixo do considerado ideal por centro de contingência

18 abr 2020 – 21h55
Vista aérea da região do Portal Futurista: índice de isolamento vem caindo dia a dia (Foto: Divulgação)

Oíndice de adesão dos paulinenses à quarentena caiu para 47% nesta sexta-feira (18). É a pior taxa do município desde o início do isolamento social implantado nas 645 cidades do estado de São Paulo para diminuir a velocidade do avanço do novo coronavírus. Ela iguala à marca registrada em Paulínia no último dia 9 de abril.

O patamar de 47% em Paulínia foi medido pelo Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do governo de São Paulo. Segundo o coordenador do Centro de Contingência do coronavírus no estado, o médico infectologista David Uip, a adesão ideal para diminuir a velocidade da disseminação da Covid-19 é de 70%.

Além de estar 23 pontos percentuais abaixo do ideal, a adesão dos paulinenses à quarentena cai diariamente desde o último dia 12 deste mês, quando atingiu o nível de 62%. No dia 13 despencou para 50%, depois baixou para 49% e, agora, atingiu 47%. O melhor resultado alcançado pela cidade ocorreu no dia 23 de março (63%).

Entre os 10 municípios monitorados na Região Metropolitana de Campinas (RMC), Paulínia teve a sexta pior marca nesta sexta-feira. Também ficou abaixo do índice do estado (49%) e empatou com a média da RMC. Confira o desempenho de cada município:

  • Paulínia: 47% – dois pontos percentuais abaixo de quinta-feira;
  • Americana: 45% – queda de dois pontos percentuais;
  • Campinas: 46% – queda um ponto percentual;
  • Hortolândia: 50% – o mesmo de quinta-feira;
  • Indaiatuba: 49% – queda de dois pontos percentuais;
  • Itatiba: 44% – queda de dois pontos percentuais;
  • Santa Bárbara d’Oeste 44% – queda de dois pontos percentuais;
  • Sumaré: 44% – queda de um ponto percentual;
  • Valinhos: 48% – queda de dois pontos percentuais; e
  • Vinhedo: 52% – queda de um ponto percentual.

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

O SIMI-SP é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Estado possa consultar informações agregadas sobre deslocamento nos 645 municípios paulistas. Atualmente, abrange 104 cidades maiores de 70 mil habitantes. As informações são aglutinadas e anonimizadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.