Anúncios
Ir para conteúdo

[Paulínia]
Saúde corre para comprar respiradores, ampliar UTI e contratar profissionais

Hospital municipal tem atualmente 12 ventiladores mecânicos e sete leitos de Unidade de Terapia Intensiva para o enfrentamento do novo coronavírus

5 abr 2020 – 12h10
O secretário de Saúde Fábio Luiz Alves fala enquanto é observado pelos conselheiros da Saúde (Foto: Reprodução)

ASecretaria Municipal de Saúde corre contra o tempo para equipar Paulínia para o enfrentamento da fase mais aguda do novo coronavírus, causador da doença Covid-19. A ideia é comprar respiradores, ampliar a capacidade de leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Paulínia “Vereador Antônio Orlando Navarro”, além de contratar emergencialmente médicos e enfermeiros, instalar hospital de campanha, bem como um posto de apoio com atendimento 24 horas na região do bairro São José.

As metas foram tornadas públicas pelo secretário municipal de Saúde, Fábio Luiz Alves, em vídeo gravado pelo Conselho Municipal da Saúde. Segundo o conselheiro Antonio Castro, o objetivo foi tirar dúvidas da população sobre as medidas que são tomadas pela Prefeitura na cidade para o enfrentando da pandemia do novo coronavírus. Até este sábado (4), o município tinha quatro casos confirmados da Covid-19, 62 pacientes em investigação e três mortes suspeitas em decorrência da doença em apuração.

O secretário de Saúde informou que o hospital de Paulínia conta com sete leitos de UTI e, até o final desta semana, essa capacidade será dobrada, para 14, com recursos próprios. A Prefeitura vai pedir mais 22 ao governo do Estado. No momento, de acordo com Alves, o município possui 12 respiradores. A meta, conforme ele, é comprar mais 15 ou 25 desses ventiladores mecânicos. Para isso, tem entrado em contato com fornecedores nacionais e internacionais e estudado a melhor forma da cidade ser atendida.

Alves informou que o plano da Prefeitura de enfrentamento da fase mais aguda do novo coronavírus prevê ainda a instalação de um hospital de campanha, anexo ao hospital municipal, com 30 leitos de enfermaria para a Covid-19; um posto de apoio com atendimento 24 horas, na região do bairro São José; e a ampliação do total de leitos gerais no hospital municipal de 79 para 164. Para operacionalizar esses incrementos na Saúde, a Prefeitura prepara a contratação emergencial de médicos de UTI, clínicos e enfermeiros.

Alves destacou que os 20 mil testes rápidos comprados pelo Município chegam entre esta terça (7) e sexta-feira (10). Porém o objetivo da Saúde também é equipar o laboratório municipal para a realização de teste de PCR, aquele feito pelo Instituto Adolfo Lutz, na Capital, e quem tem demorado de cinco a 10 dia para ficar pronto, disse o secretário da Saúde de Paulínia. Por fim, a Prefeitura estaria estudando uma forma de pagar insalubridade aos profissionais que estão na linha de frente do combate à Covid-19.

Clique aqui ara ver mais notícias de Paulínia
Anúncios

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.