Anúncios
Ir para conteúdo

[Boletim]
Comitê divulga terceira morte suspeita do novo coronavírus em Paulínia

Anúncio

Paciente tinha 57 anos e estava internada no Hospital Municipal de Paulínia desde o dia 30 de março, em isolamento, e depois foi para UTI

3 abr 2020 – 21h
Força-tarefa no laboratório do Instituto Adolfo Lutz tenta dar conta da fila de exames (Foto: Agência Brasil)

O

Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus informou na noite desta sexta-feira (3) que investiga a terceira morte suspeita em decorrência do novo coronavírus, que provoca a doença Covid-19, em Paulínia. A paciente tinha 57 anos e estava em isolamento no Hospital Municipal de Paulínia “Vereador Orlando Navarro” desde o último dia 30.

De acordo com a Prefeitura, no dia 1º de abril a mulher sofreu uma piora no seu quadro e precisou ser transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. O comitê não informou o dia do óbito nem se a paciente tinha comorbidades. Também não revelou se fazia parte dos casos da doença que estão em investigação e como teria se infectado com a doença.

Seguindo as orientações do Ministério da Saúde, foram colhidas amostras de secreções da paciente para análise no Instituto Adolfo Lutz, na Capital. Lá estão os exames de outros dois casos de mortes suspeitas na cidade e que, até a publicação deste texto, não tiveram seus resultados revelados. O instituto garantiu nesta tarde que uma força-tarefa acabou com a fila de 201 amostras de todo o estado que aguardavam análise laboratorial (leia mais abaixo).

“A Administração municipal se solidariza com os familiares e amigos”, destacou em nota. “A Secretaria Municipal de Saúde está em contato com a família.” O Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus reforçou a necessidade de isolamento social, pedindo que as pessoas saiam de suas residências somente em caso de necessidade.

Conforme o comitê, vários pontos da cidade são higienizados seguindo as normas da Organização Mundial de Saúde (OMS). A Prefeitura também destacou que distribui materiais educativos à população e que continuará com a fiscalização em comércios não essências para evitar a circulação de pessoas.

Além da nova morte suspeita, Paulínia registrava até as 18h desta sexta-feira quatro pacientes com resultado de exame positivo para a Covid-19, além de 61 casos em investigação (quatro a mais em relação ao boletim epidemiológico desta quinta-feira). O número de exames descartados não é informado pelo comitê desde domingo (29), quando eram 15.

Americana

Americana confirmou nesta sexta-feira a primeira morte pelo novo coronavírus na cidade – a quarta na Região Metropolitana de Campinas (RMC) e a primeira fora de Campinas. Trata-se de um homem de 64 anos, que começou a ter sintomas no dia 13 de março, procurou um hospital particular da cidade, no dia 23, quando foi diagnosticado com pneumonia bacteriana. Recebeu prescrição de antibiótico e foi liberado para tratamento em casa.

Após três dias, a febre tinha passado, mas a falta de ar e o cansaço continuaram. Com a piora do quadro na madrugada do dia 27 de março, foi internado às 1h30 e encaminhado para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do mesmo hospital com dificuldades respiratórias. O paciente teve agravamento do quadro e morreu às 12h30. O exame para coronavírus foi feito assim que o paciente deu entrada para internação e encaminhado ao Instituto Adolfo Lutz.

Conforme a Prefeitura, o paciente estava entre os grupos com maior risco da doença, por ter mais de 60 anos, ser cardiopata e diabético. Além disso, teve contato com um paciente confirmado do município de São Paulo. Dos quatro casos confirmados na cidade, esse evoluiu para a morte (já era tratado como óbito suspeito), um segue internado, um em isolamento domiciliar e outro foi curado.

Agora, na RMC já são quatro mortes confirmadas pela Covid-19 até esta sexta-feira:

  • Campinas – 3; e
  • Americana – 1.

A Secretaria de Saúde de Campinas atualizou nesta sexta-feira os números de casos de coronavírus na cidade. São 53 confirmados, 92 descartados, 796 em investigação e três óbitos. Na quinta, eram 44 casos confirmados, 86 descartados, 752 em investigação e três óbitos. A Prefeitura não deu detalhes sobre o pacientes.

A RMC possui 77 casos confirmados do novo coronavírus nesta sexta-feira. Na quinta eram 62. Confira a situação por cidade:

  • Paulínia – 4;
  • Campinas – 53;
  • Sumaré – 1;
  • Indaiatuba – 2;
  • Americana – 4;
  • Itatiba – 2;
  • Vinhedo – 4;
  • Valinhos – 3;
  • Hortolândia – 1;
  • Holambra – 1;
  • Nova Odessa – 1; e
  • Jaguariúna – 1.

As notificações de mortes suspeitas nas 20 cidades da RMC já somam 23.

  • Paulínia – 3;
  • Sumaré – 6;
  • Valinhos – 6;
  • Indaiatuba – 4;
  • Itatiba – 1;
  • Nova Odessa – 2; e
  • Pedreira – 1.

O estado de São Paulo registrava nesta sexta-feira (3) 219 óbitos relacionados ao novo coronavírus. O número é três vezes maior que o da última sexta (68 mortes). Os casos confirmados também quadruplicaram, saltando de 1.223 para 4.048.

Os óbitos se concentram em 25 cidades, sendo que oito delas tiveram nesta sexta a confirmação do primeiro óbito: Barueri, Carapicuíba, Diadema, Itapecerica da Serra, Franco da Rocha e Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo; além de Jaboticabal e Cravinhos, na região de Ribeirão Preto.

Cidades

O total de municípios com pelo menos um óbito inclui São Paulo, São Bernardo do Campo, Osasco, Cotia, Guarulhos, Santo André, Sorocaba, Arujá, Barueri, Caieiras, Campinas, Carapicuíba, Cravinhos, Diadema, Embu das Artes, Franco da Rocha, Itapecerica da Serra, Jaboticabal, Mogi das Cruzes, Ribeirão Preto, São Caetano do Sul, São Sebastião, Suzano, Taboão da Serra e Vargem Grande Paulista. A soma total é de 121 homens e 98 mulheres.

Entre as 219 mortes, 24 tinham mais de 90 anos; 57 na faixa de 80-89 anos; 66 entre 70-79; 45 de 60-69 anos. As demais vítimas incluem pessoas com menos de 60 com comorbidades que, assim como os idosos, representam grupo mais vulnerável a complicações da Covid-19.

Força-tarefa

O Instituto Adolfo Lutz realizou nas últimas 24 horas uma força-tarefa para diagnosticar todos os óbitos considerados suspeitos que estavam no Instituto Adolfo Lutz.

Das 201 amostras que estavam aguardando resultado, 32 testaram positivo para Covid-19, 132 negativo e 37 foram consideradas inadequadas, ou seja, a unidade que realizou a coleta não manteve a amostras em temperatura adequada ou não havia amostras suficiente para análise. Esses resultados estão sendo comunicados para as unidades e municípios notificantes e sendo inseridos em sistema oficial.

Brasil

O número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no Brasil subiu de 7.910 para 9.056 entre quinta (2) e esta sexta-feira (3), conforme a atualização do Ministério da Saúde.

O número de óbitos pela covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, saltou de 299 para 359. O índice de letalidade, que era de 3,5% no início da semana, foi para 3,8% na quinta e chegou a 4% no balanço anunciado nesta sexta.

Onde

As mortes ocorreram em São Paulo (219), Rio de Janeiro (47), Ceará (22), Pernambuco (10), Amazonas (7), Minas Gerais (6), Distrito Federal (5), Bahia (5), Rio Grande do Sul (5), Santa Catarina (5), Paraná (4), Piauí (4), Espírito Santo (4), Rio Grande do Norte (4), Sergipe (2), Alagoas (2), Goiás (2), Maranhão (1), Mato Grosso do Sul (1), Mato Grosso (1), Pará (1), Paraíba (1) e Rondônia (1).

Os novos casos totalizaram 1.146. O resultado significou um aumento de 15% em relação ao total registrado antes. Foi o maior número de novos casos em um dia desde o início da série.

Recorde

Já as novas mortes em um dia também bateram recorde, com 60. Nos quatro dias desta semana, os números de novas mortes foram de 23, 42, 40 e 58. No tocante ao perfil, 57,7% eram homens e 42,3%, mulheres. No recorte por idade, 85% das vítimas tinham acima de 60 anos.

Já com relação às doenças de pessoas que faleceram, 164 tinham alguma cardiopatia, 114 tinham diabetes, 45 passavam por alguma condição respiratória e outros 30 apresentavam alguma patologia neurológica. As hospitalizações por covid-19 totalizam 1.769.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Anúncios

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.