Ir para conteúdo

[Paulínia]
Total de pacientes à espera de resultado de exame do novo coronavírus chega a 57

Conforme boletim epidemiológico, até as 18h desta quinta-feira, a cidade seguia com quatro casos confirmados da Covid-19 e dois óbitos em investigação

2 abr 2020 – 20h56
Profissional da Saúde trabalha em laboratório na realização de exames do novo coronavírus (Foto: Divulgação)

Paulínia tinha nesta quinta-feira (2) 57 pacientes com suspeita do novo coronavírus ainda à espera de resultado de exame para confirmação da Covid-19. De acordo com o mais recente boletim epidemiológico, até as 18h, também seguiam em investigação dois óbitos que poderiam ter acontecido em decorrência da doença na cidade. Até agora quatro casos foram confirmados e os descartados não são mais divulgados pela Prefeitura desde domingo (29), quando estavam em 15.

A demora na divulgação de resultados de exame de pacientes é atribuída ao excesso de trabalho do Instituto Adolfo Lutz, na Capital, o laboratório referência no estado para a detecção da doença e para onde são enviados as coletas feitas em Paulínia. Até a terça-feira (31), de acordo com o governo estadual, o Adolfo Lutz possuía uma fila de 14 mil testes aguardando resultado.

A boa notícia é que o Hospital de Clínicas (HC), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), desde esta quarta-feira (1º), está habilitado para realização de diagnóstico da Covid-19. Os testes para a detecção foram desenvolvidos pela força-tarefa da Unicamp contra o novo coronavírus, liderada pelo professor Marcelo Mori, do Instituto de Biologia (IB).

A equipe da Unicamp destacou nesta quinta-feira que os testes ainda não começaram a ser realizados. Quando iniciados os exames, de acordo com o coordenador de comunicação da força-tarefa, professor Henrique Marques-Souza, primeiramente, serão realizados nos pacientes internados no HC e nos profissionais da área da Saúde.

O credenciamento do HC foi publicado no Diário Oficial do Estado junto com a habilitação da Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto para o diagnóstico da Covid-19. Com isso, espera-se um alívio na fila de testes do Instituto Adolfo Lutz e mais agilidade na divulgação dos resultados ainda para este mês.

Paulínia também comprou 20 mil testes rápidos para detecção do novo coronavírus. Eles ainda não chegaram. Com essa nova ferramenta, o município espera reduzir para 15 minutos o tempo para a confirmação de um paciente positivo para Covid-19, o que, atualmente, pode levar mais de 15 dias.

Campinas

Campinas confirmou nesta tarde a terceira morte em decorrência do novo coronavírus na cidade. O novo óbito se refere a uma mulher de 91 anos que morreu no dia 31 de março. Ela tinha doenças pré-existentes (comorbidades) e estava internada em um hospital privado.

As outras duas mortes aconteceram no dia 30 de março, sendo as vítimas um idoso de 86 anos com comorbidades e um homem de 62 anos, sem comorbidades. Os dois estavam internados em hospitais privados.

Crescimento

Até esta quinta-feira, Campinas contava com 44 casos confirmados, 86 descartados, 752 em investigação e três óbitos. No balanço divulgado, na quarta (1º), o município tinha 39 casos confirmados, 82 descartados, 683 em investigação e dois óbitos.

Entre os pacientes confirmados, sete estão internados, sendo que seis em estado grave. No último dia 21 de março, o prefeito Jonas Donizette (PSB) decretou quarentena entre 23 de março e 12 de abril como medida para conter o novo coronavírus. Apenas os serviços essenciais do comércio podem funcionar.

RMC

Com as novas ocorrências informadas por Campinas, Americana (mais uma) nesta quinta-feira, a Região Metropolitana de Campinas (RMC) possui 62 casos confirmados da Covid-19. Na quarta eram 56. Confira a situação por cidade:

  • Paulínia – 4;
  • Campinas – 44;
  • Sumaré – 1;
  • Indaiatuba – 2;
  • Americana – 3;
  • Vinhedo – 2;
  • Valinhos – 3;
  • Hortolândia – 1;
  • Holambra – 1; e
  • Jaguariúna – 1.

A quantidade de mortes suspeitas pelo novo coronavírus na RMC também teve novas notificações nas últimas 24 horas, em Sumaré (mais dois) subindo para 22. Veja onde elas estão:

  • Sumaré – 6;
  • Paulínia – 2;
  • Valinhos – 4;
  • Indaiatuba – 5;
  • Nova Odessa – 2
  • Campinas – 1;
  • Americana – 1; e
  • Pedreira – 1.Brasil
Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.