Anúncios
Ir para conteúdo

[Boletim]
Prefeitura confirma o segundo caso do novo coronavírus em Paulínia

Paciente é um médico de 36 anos morador no município, mas que não trabalha na área de Saúde da cidade; ele buscou atendimento em Campinas

25 mar 2020 – 20h30
Todos os pacientes passam bem clinicamente e são mantidos em isolamento domiciliar (Foto: Divulgação)

APrefeitura de Paulínia informou nesta quarta-feira (25) a confirmação do segundo caso de coronavírus na cidade. O paciente é um homem de 36 anos, médico que não trabalha no município, casado, que, depois de apresentar os sintomas da Covid-19, buscou atendimento em um hospital privado de Campinas, onde testou positivo para doença.

De acordo com a Prefeitura, o quadro clínico desse paciente é estável. O médico, que trabalha em Sumaré, se encontra em isolamento domiciliar, em Paulínia, com demais membros de sua família que não apresentam sintomas da Covid-19. Todos são monitorados e acompanhados pelo Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, composto por 10 secretarias municipais e pelo gabinete prefeito Du Cazellato (PSDB).

O primeiro caso do novo coronavírus em Paulínia foi confirmado no último dia 19: um homem também de 36 anos, representante bancário, que igualmente mora na cidade, mas possui sua atividade profissional em Campinas. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira, o município ainda investiga 25 casos suspeitos e já descartou outros 12.

De acordo com o comitê, todos os 26 pacientes passam bem clinicamente e são mantidos em isolamento domiciliar. Até o momento não há nenhuma morte relacionada à Covid-19 no município nem mesmo sendo investigada na cidade até as 18h desta quarta-feira.

Nesta quarta, a Prefeitura alertou que é infração sanitária a venda e distribuição de álcool em gel, bem como de outros antissépticos para as mãos e sanitizantes para objetos e superfícies; além de produtos médicos, como máscaras; sem a devida regularização com registro ou notificação junto à Anvisa. Quem for flagrado poderá responder processo administrativo na Vigilância Sanitária municipal.

Também destacou que a Guarda Municipal de Paulínia está nas ruas fiscalizando as medidas impostas por decreto da quarentena que determina o fechamento das atividades não essenciais. Conforme a Prefeitura, a GM agiu em diversos pontos da cidade e obrigou os comércios a paralisarem suas atividades. A população pode fazer denúncias por meio dos telefones 153 ou (19) 3874-3646.

O Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus criou o número de WhatsApp (19) 99620-0202 para tirar dúvidas da população sobre o novo coronavírus. O serviço funciona 24 horas por dia, inclusive aos sábados e domingos.

RMC

A Região Metropolitana de Campinas (RMC) fechou a quarta-feira (25) com 18 casos confirmados do novo corononavírus:

Paulínia – 2;

Holambra – 1;

Campinas – 10;

Valinhos – 3;

Hortolândia – 1; e

Jaguariúna – 1

Cinco mortes pelo novo coronavírus são investigadas na RMC. Indaiatuba anunciou terça-feira (24) que apura o segundo óbito na cidade pela Covid-19, apesar de não possuir nenhum caso suspeito da doença até a manhã desta quarta (25). A Prefeitura não deu detalhes dessa ocorrência.

Além de Indaiatuba, Nova Odessa, Pedreira e o Hospital de Clínicas (HC), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que apura morte suspeita pela Covid-19 de uma moradora de Águas de Lindoia, enviaram amostras ao Instituto Adolfo Lutz e aguardam a divulgação dos resultados.

Estado

A Secretaria de Estado da Saúde registrou um total de 48 mortes relacionados a Covid-19 nesta quarta-feira (25). Todos os oito novos óbitos aconteceram na Grande São Paulo: seis são homens (72, 75, 82, 80, 70 e 98 anos) e duas mulheres 87 e 52 anos, sendo que esta última tinha comorbidades.

Entre o total de mortes registradas até o momento 45 ocorreram em hospitais privados e três em hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS). O Estado também registra 862 casos confirmados, sendo 33 do Exterior e 10 de outros estados brasileiros.

Brasil

Cinquenta e sete pessoas já morreram da Covid-19 no Brasil, conforme atualização do Ministério da Saúde publicada nesta quarta (25). Pela primeira vez desde o início da pandemia, foram registradas mortes fora dos epicentros do surto no País, São Paulo e Rio de Janeiro. Óbitos em razão do novo coronavírus ocorreram em Pernambuco, no Rio Grande do Sul e no Amazonas.

O total de mortes marca um aumento de 11 em relação à terça-feira (24), quando a contabilização marcava 46 vítimas que vieram a óbito por conta da infecção. Na segunda-feira, eram 25 falecimentos.  Do total, 48 foram em São Paulo, seis no Rio de Janeiro, um no Amazonas, um no Rio Grande do Sul e um em Pernambuco.

Confirmados

O total de casos confirmados saiu de 2.201 em 24 horas para 2.433 – um aumento de 28% em relação ao início da semana, quando foram contabilizadas 1.891 pessoas infectadas. São Paulo lidera o número com 862 casos confirmados. Em seguida, o Rio de Janeiro (370), Ceará (200), Distrito Federal (160), Minas Gerais (133) e Rio Grande do Sul (123).

Também registram casos confirmados Santa Catarina (109), Bahia (84), Paraná (81), Amazonas (54), Pernambuco (46), Espírito Santo (39), Goiás (29), Mato Grosso do Sul (24), Acre (23), Sergipe (16), Rio Grande do Norte (14), Alagoas (11), Mato Grosso (oito), Maranhão (oito), Piauí (oito), Roraima (oito), Tocantins (sete), Pará (sete), Rondônia (cinco), Paraíba (três), e Amapá (um).

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia
Anúncios

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.