Ir para conteúdo

[Influenza]
Campanha de vacinação contra a gripe começa nesta terça-feira em Paulínia

Em grande parte do Brasil, a imunização teve início nesta segunda; público-alvo da primeira fase são idosos e trabalhadores da área de Saúde

23 mar 2020 – 11h18
Vacinação foi antecipada pelo governo para agilizar diagnóstico do novo coronavírus (Foto: Divulgação)

ACampanha de Vacinação Contra a Gripe começa na próxima terça-feira (24), em Paulínia. Esta primeira fase é voltada apenas para idosos e trabalhadores da área de Saúde, que atuam na linha de frente do atendimento à população. O Ministério da Saúde antecipou a campanha contra a Influenza – na maior parte do Brasil teve início nesta segunda -, como estratégia para diminuir a quantidade de pessoas com gripe nesse Inverno.

Como medida de precaução, devido à pandemia do coronavírus (Covid-19), este ano em Paulínia as vacinas serão aplicadas em quatro unidades escolares para a população idosa e no Centro de Especialidades somente para os profissionais da Saúde. A Prefeitura ressalta a importância de a população não procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), para evitar aglomerações e circulação de pessoas.

Para os idosos, o horário de atendimento será das 9h às 15h, nas escolas municipais: “Odete Emidio de Souza”, “Maestro Marcelino Pietrobom”, “Carolina Rother Ferraz” e “Yolanda Tiziani Pazetti”. Os profissionais da área de Saúde receberão a vacina no Centro de Especialidades, também das 9h às 15h. De acordo com a Prefeitura, essa primeira fase da campanha já termina em Paulínia na próxima sexta-feira (27).

A Prefeitura explicou que a priorização dos idosos nessa primeira etapa, mesmo diante da não eficácia da vacina de Influenza contra o coronavírus, é uma forma de auxiliar os profissionais de Saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid-19. O governo municipal não esclareceu até a publicação desde texto porque atrasou um dia, em relação a grande parte do País, o início da campanha no município.

Na segunda fase da campanha, que pelo calendário do governo federal tem início no dia 16 de abril, o público-alvo são professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos doentes crônicos. A partir de 9 de maio, serão vacinadas as crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), pessoas com mais de 55 anos, gestantes, mães no pós-parto (até 45 dias após o parto), população indígena e portadores de condições especiais. A campanha seguirá em Paulínia até o dia 23 de maio, um dia além do previsto pelo Ministério da Saúde.

Brasil

Ao todo, a campanha pode atingir cerca de 67,6 milhões de pessoas em todo o País. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos. Para alcançar esse público foram investidos R$ 1 bilhão na aquisição de 75 milhões de doses da vacina.

Até o momento, o Ministério da Saúde enviou aos estados 15 milhões de doses e mais 4 milhões serão distribuídas até o fim deste mês. A vacina, composta por vírus inativado, é trivalente e protege contra os três vírus que mais circularam no Hemisfério Sul em 2019: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

Clique aqui para ver maisn notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.