Ir para conteúdo

[Saúde]
Paulínia registra o primeiro caso confirmado de infecção pelo novo coronavírus

Paciente é um homem de 36 anos que mora na cidade, mas tem sua atividade profissional em Campinas; ele está isolado em casa e passa bem

19 mar 2020 – 21h35
Exames confirmaram um caso e descartaram outros 10, segundo a Prefeitura de Paulínia (Foto: Divulgação)

Paulínia confirmou na noite desta quinta-feira (19) o primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus, causador da doença Covid-19. Trata-se de um representante bancário de 36 anos, que mora na cidade, mas possui sua atividade profissional em Campinas.

Após sentir os primeiros sintomas foi até um hospital privado de Campinas, passou por exames num laboratório particular onde foi diagnosticado com a doença. Por possuir endereço comercial e morar em Paulínia, o caso foi registrado no município.

O quadro clínico é estável e o paciente segue em isolamento domiciliar, sendo acompanhado pela Vigilância em Saúde de Paulínia.

Com a confirmação do primeiro caso veio também a ampliação das notificações. Até as 18h desta quarta-feira (18), a Secretaria Municipal de Saúde havia informado que monitorava oito suspeitas na cidade e quatro tinham sido descartadas, totalizando 12 ocorrências. Em 24 horas quase dobrou esse número: 1 confirmado, 10 em investigação e 10 descartados (com exames conclusivos). Não há mortes.

Após a confirmação do primeiro caso de Covid-19, o prefeito Du Cazellato (PSDB) decretou situação de emergência na cidade e determinou o fechamento do Paulínia Shopping, de academias, clubes, suspensão de alvarás, aulas de auto escolas e até casamentos, festas de aniversário e formaturas, além da contratação de mão de obra temporária.

“Estamos tomando medidas técnicas e impopulares visando a saúde e o bem estar de toda população. Algumas ações podem ser impopulares, mas são necessárias”, declarou Cazellato. Todos os atos visam evitar a circulação e aglomeração de pessoas, evitando que o vírus circule pela cidade.

“Estamos agindo desde semana passada tomando medidas preventivas. Mobilizamos toda a Secretaria de Saúde em ações em diversos pontos da cidade, trabalhando em conjunto com outras secretarias da Administração”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Fábio Luiz Alves, que também lidera o Comitê de Enfrentamento e Prevenção ao Covid-19.

Valinhos

Agora, subiu para sete o número de casos confirmados de Covid-19 na região. Além de Paulínia, Valinhos confirmou nesta quinta-feira (19) seus dois primeiros casos positivos do novo coronavírus. Uma mulher e um homem, ambos de 38 anos, que tiveram contato com pacientes positivos de São Paulo. Os dois passam bem e estão em isolamento domiciliar, acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde.

Os dois pacientes foram atendidos na Casa de Saúde, de Campinas, onde aconteceu a notificação da doença. Nesta quinta, Valinhos registrava dois casos positivos de coronavírus, 20 casos com suspeita da doença e 10 casos descartados. Com isso a Prefeitura decretou estado de calamidade pública e poderá, por exemplo, fzer compras ou contratações sem processo licitatório.

Campinas

A cidade de Campinas segue com três casos de infecção pelo novo coronavírus. São três mulheres. Uma de 37 anos retornou de viagem ao Canadá no dia 29 de fevereiro e teve início de sintomas no dia 4 de março. Ela está em isolamento domiciliar e passa bem. Seus contactantes são monitorados.

Os outros dois casos confirmados em Campinas são de uma jovem que contraiu a doença na Bahia e teve o exame positivo em 13 de março; e de uma mulher de 48 anos, que voltou de viagem da Europa em 8 de março e teve o caso confirmado em 16 de março. Os pacientes estão clinicamente bem.

Jaguariúna

O sétimo caso do novo coronavírus na região é de Jaguariúna. Trata-se de um homem, de 32 anos, que esteve em uma reunião em São Paulo a trabalho, em março, onde teve contato rápido com um caso confirmado e uma exposição mais prolongada com um caso ainda em investigação, segundo a notificação registrada.

O paciente permanece em quarentena em sua residência, seguindo todas as recomendações do protocolo de assistência domiciliar para casos confirmados da doença. Segundo a Secretaria de Saúde de Jaguariúna, os familiares do paciente também são monitorados.

Estado

Nesta quinta-feira (19) foi confirmada a quinta morte relacionada à Covid-19 no Estado de São Paulo. Trata-se de um homem de 77 anos, com comorbidade, que residia na cidade de São Paulo. As outras quatro mortes foram registradas até quarta (18), também referentes à residentes na Capital paulista.

O Estado de São Paulo também registra 286 casos confirmados. Desse total, quatro residem em outros Estados e dois no Exterior. Os demais estão a maioria na Capital (259) e o restante dividido entre 16 municípios da Grande São Paulo e do Interior.

Brasil

Ao todo, o País tem sete casos de morte em decorrência do coronavírus no Brasil. No Rio de Janeiro, dois óbitos foram confirmados nesta quinta-feira (19) e ainda não entraram na conta do governo federal. São Paulo tem as outras cinco. Já os casos confirmados saíram de 428 para 621 entre quarta e quinta-feira, conforme última atualização divulgada nesta noite pelo Ministério da Saúde.

São Paulo segue como foco da disseminação do vírus, com 286 casos. Em seguida vêm Rio de Janeiro (65), Brasília (42), Bahia (30), Minas Gerais (29) e Rio Grande do Sul e Pernambuco (28). Além desses estados, foram registrados casos no Paraná (23), Santa Catarina e Ceará (20), Goiás (12), Espírito Santo (11), Mato Grosso do Sul (sete), Sergipe (seis), Alagoas (quatro), Acre e Amazonas (três) e Pará, Tocantins, Rio Grande do Norte e Paraíba (um).

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.