Ir para conteúdo

[Restrições]
Prefeitura suspende cirurgias, consultas, exames e serviço da Saúde Mental e da Família

Horário de visitação no hospital municipal e no Lar dos Velhinhos também foi reduzido; medidas são para prevenir disseminação do novo coronavírus

18 mar 2020 – 17h27
Ambulância de resgate da rede municipal de Saúde estacionada no hospital de Paulínia (Foto: Divulgação)

APrefeitura de Paulínia divulgou nesta quarta-feira (18) a suspensão de cirurgias e exames eletivos (aqueles não urgentes), consultas ambulatoriais e no Centro de Especialidades, Saúde Mental e da Família, entre outros serviços na área da Saúde pública da rede municipal. O prazo da interrupção não foi informado até a publicação deste texto.

As medidas fazem parte de uma série de ações já tomadas pela Prefeitura para combater a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) em Paulínia. De acordo com dados informados pela Secretaria Municipal de Saúde, a cidade até as 18h desta terça-feira (17) registrava sete casos suspeitos da doença e nenhum confirmado.

O Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavirus (Covid-19) adotou, por meio de decreto lei nº 7.772, de 18 de março, que será publicado na edição extra desta quarta-feira (18) do Semanário Oficial, as seguintes medidas específicas para proteção dos servidores e usuários da rede municipal de saúde:

  • suspensão das atividades e ações coletivas dos serviços de saúde (ações coletivas diversas, grupos específicos com mulheres, grupos para gestantes e amamentação, grupos de atenção à criança, grupos de doenças crônicas, grupos de saúde mental, grupos diversos de atividades de idosos, grupos de práticas integrativas e quaisquer outros grupos que representem aglomeração de indivíduos);
  • suspensão das consultas eletivas e visitas domiciliares, exceto as consideradas urgentes, de atendimento de pré-natal (gestante), pacientes crônicos descompensados, pacientes em ajuste de medicação e pacientes de risco;
  • suspensão dos exames de apoio diagnóstico e terapêutico programados, exames de rotina, exceto os casos de urgências e emergências;
  • suspensão de procedimentos cirúrgicos eletivos e mutirões de saúde que não comprometam o risco de morte dos usuários, exceto os procedimentos cirúrgicos considerados de urgência/emergência;
  • suspensão do atendimento odontológico programático, com exceção do atendimento odontológico de urgência; e
  • suspensão das consultas eletivas agendadas no Centro de Especialidades, exceto os casos novos urgentes e casos prioritários com classificação de risco conforme avaliação técnica da Central da Regulação.

Ainda estão reduzidos os horários de visitação do Hospital Municipal de Paulínia “Vereador Antônio Orlando Navarro” e do Centro de Geriatria e Gerontologia, o Lar dos Velhinhos, bem como a limitação de familiares e outros visitantes a pacientes internados nestas instituições. Até a publicação deste texto, a Secretaria Municipal de Saúde não havia divulgado os novos horários para a população.

Já os idosos que frequentam o Centro Dia do Lar dos Velhinhos devem prioritariamente permanecer em casa sob cuidados das respectivas famílias. Casos excepcionais serão avaliados pela equipe de saúde.

A Prefeitura orientou que pacientes com sintomas graves, como falta de ar ou dificuldade para respirar, devem procurar atendimento médico. Aqueles com sintomas leves de gripes ou resfriado precisam permanecer em casa. “Evite superlotar hospitais e prontos-socorros”, informou boletim do comitê. “Isso pode disseminar mais o vírus. É necessário diminuir a circulação das pessoas.”

Remédios

De acordo com a Prefeitura, a assistência farmacêutica garantirá a entrega de medicamentos de uso contínuo, conforme disponibilidade da lista municipal de oferta de medicamentos, com a devida reavaliação da equipe de saúde. A Secretaria Municipal de Saúde também mantem um serviço de comunicação direto denominado de “#Corona SUS Paulínia”, através do contato Whatsapp por meio do número (19) 99620-0202.

O comitê informou que um equipe técnica da Saúde seguirá protocolos do Ministério da Saúde nas avaliações de critérios clínicos e epidemiológicos, casos suspeitos, confirmados, exames diagnósticos e definição de período de isolamento/afastamento, bem como de utilização de equipamentos de proteção individual (EPI), com o objetivo de garantir a melhor proteção e diminuir a transmissão da Covid-19.

Região

Campinas divulgou na manhã desta quarta-feira (18) o terceiro caso confirmado de Covid-19 – uma mulher de 37 anos, que retornou de viagem do Canadá no dia 29 de fevereiro e apresentou sintomas da doença no dia 4 de março. Ela está bem de saúde e em isolamento domiciliar.

Os outros dois casos são de uma paciente de 48 anos, que viajou por diversos países da Europa e está em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Celso Pierro, da PUC-Campinas; e de uma  estudante da faculdade São Leopoldo Mandic. Ela esteve na festa de casamento da irmã da blogueira Gabriela Pugliesi, na Bahia, e se recupera em casa, na Capital paulista.

A Secretaria Municipal de Saúde de Jaguariúna também anunciou o primeiro caso de infecção por coronavírus no município nesta quarta-feira (18). Um homem de 32 anos esteve em uma reunião em São Paulo a trabalho, em março, começou a apresentar os sintomas relativos à infecção viral, como tosse leve, febre, mialgia e náusea, e foi atendido na UBS 12 de Setembro. Ele passa bem.

Mortes

Nesta quarta-feira (18), foi anunciada que mais três pessoas morreram por Covid-19 na Capital paulista. Os casos se referem a um paciente de 65, outro 81 e o último de 85 anos – os três tinham comorbidades e eram homens. Com isso, já são quatro as mortes por Covid-19 no Brasil, todas elas na Capital paulista e ocorridas no mesmo hospital.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.