Ir para conteúdo

[Boletim]
Paulínia tem mais um caso suspeito de infecção pelo novo coronavírus

Agora, a cidade registra oito pacientes em monitoramento pela Secretaria Municipal de Saúde; comitê adota novas meditas restritivas

18 mar 2020 – 23h22
Pacientes aguardam os resultado dos exames isolados em casa e passam bem (Foto: Divulgação)

Paulínia registrou mais um caso suspeito de infecção pelo novo coronavírus, causador da doença Covid-19, nesta quarta-feira (19). Até as 18h, a cidade tinha oito pacientes sendo monitorados pela Secretaria Municipal de Saúde e não havia nenhuma notificação dessa síndrome respiratória confirmada no município.

Desde a chegada da pandemia no País, Paulínia já teve notificado 12 casos suspeitos. Desses, quatro foram descartados. Os demais os pacientes aguardam os resultado dos exames isolados em casa e passam bem. Dois deles seriam assessores de vereadores.

Nesta quarta, o Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavirus (Covid-19) seguiu adotando novas medidas restritivas em Paulínia. Começou interrompendo serviços na área de Saúde; depois suspendeu até o próximo dia 17 de abril a confecção dos cartões de estacionamento para idosos e deficientes, para evitar a circulação das pessoas; e terminou o dia estabelecendo que o acesso ao Paço Municipal “Palácio Cidade Feliz” se dará a partir desta quinta (19) apenas pela portaria de funcionários, que fica virada para o Rodoshopping. A entrada principal, diante do Theatro Municipal “Paulo Gracindo”, permanecerá fechada.

A iniciativa privada também tomou medidas para evitar a disseminação do novo coronavírus na cidade. O Paulínia Shopping reduziu em quatro horas seu período de funcionamento e a rede Top Cineplex fechou temporariamente as duas salas de cinema que mantém dentro do mesmo centro de compras.

Região

A região possui quatro casos confirmados de Covid-19. A Secretaria Municipal de Saúde de Campinas confirmou o terceiro caso de infecção pelo novo coronavírus na cidade nesta quarta (18). A paciente, uma mulher de 37 anos, retornou de viagem do Canadá no dia 29 de fevereiro e teve início de sintomas no dia 4 de março. Ela está em isolamento domiciliar e passa bem.

Os outros dois casos confirmados em Campinas são de uma jovem que contraiu a doença na Bahia e teve o exame positivo em 13 de março; e de uma mulher de 48 anos, que voltou de viagem da Europa em 8 de março e teve o caso confirmado em 16 de março. Os pacientes estão clinicamente bem.

Jaguariúna

A Secretaria Municipal de Saúde de Jaguariúna divulgou o primeiro caso de infecção por coronavírus no município nesta quarta-feira (18). Um homem de 32 anos esteve em uma reunião em São Paulo a trabalho, em março, onde teve contato rápido com um caso confirmado e uma exposição mais prolongada com um caso ainda em investigação, segundo a notificação registrada.

O paciente começou a apresentar os sintomas relativos à infecção viral, como tosse leve, febre, mialgia e náusea, e foi atendido na UBS 12 de Setembro. Ele passa bem e apresentou melhora nos sintomas. No momento, o paciente permanece em quarentena em sua residência, seguindo todas as recomendações do protocolo de assistência domiciliar para casos confirmados da doença.

Mortes

O número de mortes em decorrência do novo coronavírus subiu para quatro no País, conforme atualização mais recente do Ministério da Saúde divulgada nesta quarta-feira (18). Até o balanço anunciado na terça (17), havia apenas um óbito confirmado.

Nesta quarta-feira (18) foram confirmadas na Capital paulista mais três mortes de Covid-19. Os três óbitos são de homens, com comorbidades e com idades de 65, 81 e 85 anos. Todos foram atendidos em hospital privado da Capital.

Primeiro

O primeiro óbito do Estado foi confirmado na terça-feira (17), referente a um homem de 62 anos, com doenças crônicas, sem histórico de viagem, que morreu na segunda-feira (16), após ter ficado internado desde o dia 14 na UTI de um serviço privado.

O Estado de São Paulo também registra 240 casos confirmados, sendo 214 somente na cidade de São Paulo, que também tem 5.334 suspeitos.

Brasil

Os casos confirmados do novo coronavírus chegaram a 428 no Brasil. O número é 137 acima do último balanço desta terça (17), quando o total estava em 291 pessoas infectadas. Na segunda-feira (16), eram 234 pacientes nessa situação.

São Paulo concentra a maior parte dos casos (240). Em seguida vêm Rio de Janeiro (45), Distrito Federal (26), Rio Grande do Sul (19), Pernambuco (16), Minas Gerais (15) e Paraná (13). Além desses, foram identificados casos em Santa Catarina (10), Espírito Santo e Ceará (9), Goiás (8), Mato Grosso do Sul (7), Sergipe (5), Bahia (3) e Alagoas, Rio Grande do Norte e Amazonas (1).

Já os casos suspeitos alcançaram 11.278. No balanço de terça, eles tinham chegado a 8.819, quatro vezes mais do que na segunda-feira (16), quando foram contabilizados 2.064. O Ministério da Saúde justificou o salto pelo fato das inclusões no sistema terem passado a ser feitas de forma automatizada pelas secretarias estaduais. Os descartados somaram 13.551.

Decreto

Na noite desta quarta-feira (18), o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por votação simbólica, o pedido do governo federal para declaração de estado de calamidade pública no País. O projeto será encaminhado para votação no Senado e precisa de pelo menos 41 votos para ser aprovado.

A declaração de estado de calamidade pública é uma medida inédita em nível federal. Na mensagem, o governo pede a que seja dispensado de atingir a meta fiscal, entre outras medidas, para combater a pandemia.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.