Ir para conteúdo

[Covid-19]
Paulínia registra seis casos suspeitos do novo coronavírus

Informação foi divulgada pelo secretário municipal de Saúde às 23h20 desta segunda-feira em rede social, horas após ampliar medidas restritivas

16 mar 2020 – 00h44
Após reunião com secretariado, Cazellato anunciou medidas restritivas e ignorou casos suspeitos (Foto: Divulgação)

Paulínia tem seis casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19). A informação foi divulgada às 23h20 desta segunda-feira (16) pelo secretário municipal de Saúde, Fábio Luiz Alves, em rede social, horas após ampliar medidas restritivas na cidade.

O Boletim de Vigilância em Saúde Coronavírus nº 1.2020 se limita a informar os casos em investigação (6) e descartados (4). Até a publicação deste texto não havia exames confirmados nem mortes na cidade.

O informe da Prefeitura não revela quando surgiram os casos suspeitos em Paulínia, se aconteceram um após o outro, ou todos de uma vez, se os pacientes são homens, mulheres, crianças, a idade deles nem se são mantidos em casa ou estão hospitalizados.

O secretário de Saúde também não esclareceu como aconteceram as possíveis infecções, se durante viagens ao Exterior, em visitas a cidades vizinhas ou a municípios de outros estados do País ou mesmo dentro de Paulínia.

Às 9h14 desta segunda-feira (16), a assessoria de imprensa da Prefeitura havia informado que até aquele momento Paulínia não registrava casos suspeitos nem confirmados do novo coronavírus.

Por volta do meio-dia, o prefeito Du Cazellato (PSDB) anunciou em rede social que havia convocado nesta manhã uma reunião com todos os secretários para definição das medidas de prevenção ao coronavírus. “Em breve todas informações”, prometeu.

Por volta das 16h, Cazellato fez outra postagem em rede social e divulgou as novas medidas preventivas contra o coronavírus. “As medidas de hoje e outras que serão tomadas exigem coragem e responsabilidade desta Administração e da população”, escreveu. Mas o prefeito simplesmente ignorou os casos suspeitos na cidade. “Se todos fizermos a nossa parte isto não passará de uma fase da nossa história e sairemos fortalecidos como comunidade!”, previu.

Meia hora após o secretário de Saúde de Paulínia publicar em rede social o Boletim de Vigilância em Saúde Coronavírus nº 1.2020, a Fan Page da Prefeitura trouxe a informação dos casos suspeitos (veja a nota abaixo). Mas até a publicação deste texto nenhuma referência sobre o assunto foi feita no site oficial do Município.

Primeira

Paulínia foi a primeira cidade a registrar caso suspeito de coronavírus no Interior de São Paulo, no final de janeiro passado. Um homem que viajou a China. Dias depois a enfermeira que o atendeu em um hospital de Campinas também foi investigada. Ambos os casos foram descartados.

Desde sexta-feira (13), Paulínia vem anunciando medidas restritivas para combater o avanço do coronavírus. Na região, Campinas confirmou dois pacientes infectados com a síndrome respiratória e Indaiatuba investiga o que pode ser a primeira morte no Brasil pelo Covid-19.

Nota

A Prefeitura de Paulínia confirma os primeiros casos de pacientes suspeitos com o Coronavírus (Covid-19).

Todos já fizeram os exames necessários, estão em isolamento domiciliar e seguem sendo acompanhados por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde.

Com o surgimento dos primeiros casos suspeitos, a Prefeitura de Paulínia informará dia a dia os números relacionados ao Coranavírus no município.

Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.