Ir para conteúdo

 [Ônibus]
Emergencial do transporte escolar de Paulínia vai custar R$ 31,7 milhões

Grupo Belarmino, com a Rápido Sumaré, e S.T.P. Mobilidade são as novidades desta vez; Sancetur se manteve com parte do serviço na cidade

17 fev 2020 – 23h41
Extrato de dispensa de licitação foi publicado na edição extra desta segunda do Semanário (Foto: Divulgação)

Ocontrato emergencial do transporte escolar de crianças e adolescentes, estudantes da rede pública de ensino de Paulínia, irá custar R$ 31,7 milhões do dinheiro dos contribuintes. Esse valor global é cerca de 10% maior do que o assinado pelo então prefeito interino Loira (DC), atual presidente da Câmara de Paulínia, e que terminou na última sexta-feira (14). A diferença entre um e outro chega perto de R$ 2,8 milhões.

O extrato de dispensa de licitação foi publicado na edição extra desta segunda-feira (17) do Semanário Oficial de Paulínia. O documento traz os valores dos contratos que a Prefeitura assinou com o Grupo Belarmino, a S.T.P. Mobilidade Eireli e Sancetur – a única, das três empresas que tinham contrato até sexta-feira passada (14), que continuará a prestar o serviço na cidade. Veja os novos valores:

– Rápido Sumaré Ltda, do Grupo Belarmino

  • Valor: R$ 16.688.892,00 (dezesseis milhões seiscentos e oitenta e oito mil oitocentos e noventa e dois reais).

– S.T.P. Mobilidade Eirele

  • Valor: R$ 10.446.975,00 (dez milhões quatrocentos e quarenta e seis mil novecentos e setenta e cinco reais).

– Sancetur

-Valor: R$ 4.565.066,00 (quatro milhões quinhentos e sessenta e cinco mil e sessenta e seis reais).

O valor global do novo contrato é de R$ 31.700.933,00. O Grupo Belarmino ficou com a maior fatia do bolo: Lotes 1 e 3. A S.T.P. Mobilidade Eirele – que tem como endereço em seu cadastro de empresa a Avenida Doutor Heitor Nascimento, 196, Bloco B, Sala T03, bairro Morumbi, Paulínia –, ganhou os Lotes 2 e 4. A Sancetur, que antes detinha o maior número de linhas, tem agora apenas o Lote 5.

O extrato de dispensa de licitação não informa qual o prazo dos novos contratos com a Prefeitura, quando começam nem quais e quantas linhas compõem os cinco lotes distribuídos entre as três empresas de ônibus. De qualquer forma o Grupo Passaredo, por meio da Viação Flama, e a Smile (que continuará com o transporte de universitários) irão deixar o transporte de alunos do ensino infantil, fundamental, médio e técnico profissionalizante da rede municipal e estadual de ensino em Paulínia.

O governo de Du Cazellato (PSDB) até agora também não esclareceu à população quando e como vai ocorrer a troca das empresas. Extraoficialmente, a transição teve início nesta segunda-feira, mas a mudança total se daria somente no retorno das aulas após as festas do Carnaval e de aniversário da cidade, comemorado no próximo dia 28 de fevereiro, provavelmente dia 2 de março que vem.

O Grupo Belarmino já contratou funcionários da Passaredo e parte deles trabalhou provisoriamente nesta segunda-feira na garagem da antiga empresa. Também está em curso, até o dia 28 de fevereiro, um processo seletivo para contratação de 20 motoristas de ônibus e 20 monitoras para aturarem em Paulínia por parte de uma empresa de transporte que não teve o nome revelado.

Como era

No dia 15 de agosto do ano passado, Loira contratou emergencialmente a Sancetur, o Grupo Passaredo (por meio da Viação Flama) e a Smile, para que as três juntas cuidassem do transporte escolar de crianças e adolescentes estudantes da rede pública em Paulínia.

Esse emergencial tinha prazo de seis meses (encerrou sexta-feira passada) e o valor total de cerca de R$ 28.825.485,84. Naquele mesmo extrato de dispensa de licitação Loira determinou a imediata abertura de licitação para a contratação dos serviços de transporte escolar de alunos da rede pública de ensino no município, o que não ocorreu até agora.

Na época, o contrato de maior valor assinado por Loira era com a Sancetur. Confira os números de 15 de agosto de 2019:

– Sancetur

  • Valor: R$ 16.007.594,03 (dezesseis milhões e sete mil quinhentos e noventa e quatro reais e três centavos).

– Smile

  • Valor: R$ 4.379.135,78 (quatro milhões trezentos e setenta e nove mil cento e trinta e cinco reais e setenta e oito centavos).

– Viação Flama, do Grupo Passaredo

  • Valor: R$ 8.438.756,03 (oito milhões quatrocentos e trinta e oito mil setecentos e cinquenta e seis reais e três centavos).
Clique aqui para ver mais notícias de Paulínia

Paulínia 24 Horas Notícia Ver tudo

Site de notícias criado para divulgar fatos jornalísticos da cidade de Paulínia.